A Influência da Hidroginástica no Bem-estar do Idoso

Por: Allana Kelly Cerqueira Lima, Ana Patrícia da Silva, Fabiana Rodrigues de Sousa e Marina de Castro Gino.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Atualmente, são muito freqüentes as notícias que constatam que a população
mundial está envelhecendo. Observa-se que a população está sofrendo uma
transformação, em função de diversos avanços da medicina e da tecnologia, e
isto está gerando um aumento na expectativa de vida do homem. Sendo assim,
a prática de atividades físicas é um fator crucial para um envelhecimento com
qualidade de vida. As pessoas já estão cientes da importância da prática de
atividade física em todas as idades e, principalmente, na terceira idade. Esta
pesquisa tem como objetivo identificar a influência da hidroginástica no bem
estar de pessoas da terceira idade, visando a compreensão da representação
desta atividade no cotidiano dos idosos. Para esta pesquisa exploratória foi
aplicado, aos pesquisados, um questionário semi-estruturado com 7 perguntas
abertas e sua análise foi realizada de forma qualitativa. A pesquisa foi realizada
num clube social de classe média, na cidade de Fortaleza, com 5 idosos, sem
restrições de sexo e independente do período que a hidroginástica é praticada
por cada um deles. Os objetivos do estudo estão diretamente relacionados as
alterações decorrentes do processo de envelhecimento, assim as metas
associadas à prática de exercícios físicos, como a hidroginástica, são: melhoria
da qualidade de vida, retardamento das alterações fisiológicas, melhoria das
capacidades motoras e benefícios sociais, psicológicos e físicos. Não foram
verificadas divergências quanto ao tipo e freqüência semanal recomendada aos
programas de exercícios dirigidos aos idosos. Existiu uma abordagem
diversificada quanto ao motivo que os levaram a praticar este tipo de atividade
física, ou seja, a hidroginástica. Contudo, a progressão na melhoria de aspectos
tanto físicos como psicológicos e sociológicos foram relatados por todos os
pesquisados e isto pode servir de indicativo para explicar o por quê da maioria
destes idosos terem começado a prática desta atividade e nunca mais terem
parado. Enfim, a prática de atividade física para a terceira idade mostra-se de
suma importância, pois pode possibilitar ao idoso sentir-se mais útil,
independente, com mais esperança e vontade de viver, além de melhorar sua
auto-estima, vitalidade e disposição, possibilitando a eles tornarem-se seres
mais saudáveis, sociáveis e felizes.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/62_Anais_p235.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.