A Influência do Isostretching nas Alterações do Equilíbrio em Idosos

Por: Giovanna Barros Gonçalves Alterar, Gláucia Ramos Pereira Henriques, João Santos Pereira e Renata Coury Figueiredo Sanglard.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.15 - n.2 - 2007

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo verificou a influência que o Isostretching exerce sobre as alterações do equilíbrio estático e dinâmico em idosos, sendo utilizados os Testes de Romberg e Romberg- Barré, a CAF, o Instrumento de Avaliação de Tinetti e a EEB para avaliá-los. Os 40 participantes, divididos nos grupos controle e experimental, eram do sexo feminino, com idade entre 60 a 69 anos e faziam parte de um grupo de Terceira Idade da cidade de Barra Mansa/RJ. Os dois grupos foram avaliados duas vezes, sendo o controle no início e no fim do estudo e o experimental antes e após ter sido submetido às sessões de Isostretching. Observou-se, através dacomparação dos resultados da 1ª e 2ª avaliação do grupo experimental, utilizando-se o Teste de Romberg-Barré, que o número de indivíduos que conseguiu manter a postura aumentou de 03 para 18 após a intervenção. Assim como a média da CAF aumentou de 23,1 cm para 33 cm, a média da EEB subiu de 51 para 57,4 pontos, além do aumento do escore no exame do equilíbrio através do Instrumento de Avaliação de Tinetti. Constatou-se que idosos com queixas de instabilidade postural e quedas podem ser beneficiados após um programa de Isostretching.
 

Endereço: http://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/750/753

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.