A Influência do Risco-aventura no Processo de Coesão das Diferentes Comunidades do Voo Livre

Por: Ney Felippe de Barros Rodrigues Cocchiarale, Sergio Luiz Gomes de Azevedo e Vera Lúcia de Menezes Costa.

Movimento - v.16 - n.3 - 2010

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste estudo foi investigar os sentidos do risco como elemento gerador de comunhão entre os praticantes de voo livre. Foram analisados 10 depoimentos, publicados nas revistas Air Time Adventure e Sky News, e no livro Parapente Brasil. Trata-se de uma investigação exploratória com abordagem qualitativa. Partindo destes discursos, analisaram-se os aspectos do risco-aventura que contribuem para o processo de coesão vivenciado  no cotidiano de suas práticas.
Constatou-se que o risco é um elemento fundamental na formação das comunidades de voo, possibilitando aos indivíduos que enfrentam juntos os mesmos riscos se percebam como pessoas que professam valores semelhantes.

Endereço: http://seer.ufrgs.br/Movimento/article/view/9657/10019

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.