A Iniciação Esportiva: a Quem Compete? Um Estudo Sobre a Formação Profissional no Campo da Educação Física

Por: Dagmar Aparecida Cynthia França Hunger, Iremeyre Rojas Vidal e Samuel de Souza Neto.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo


Tendo como tema de pesquisa a "iniciação esportiva" como um campo de
atuação que tanto ocorre no espaço da Educação Física escolar, quanto nos
espaços das Escolinhas de Esporte em Clubes, Prefeituras e ONGs ou de
iniciativa privada, este estudo teve como objetivo averiguar indicativos da
"Iniciação Esportiva" que permitissem identificar se este espaço social de
intervenção é exclusivo ou não de uma determinada área de formação. Assim,
buscou-se investigar junto aos dirigentes esportivos, o perfil ideal do profissional
para atuar no campo da iniciação esportiva. No âmbito desta investigação
buscou-se também verificar, junto aos profissionais de Educação Física, egressos
dos cursos de Bacharelado e Licenciatura, que trabalham com os fundamentos
esportivos, como analisam a sua atuação na área da "iniciação esportiva", bem
como, com os professores universitários desses cursos, as disciplinas do currículo
que contribuem com a "iniciação esportiva". Na busca de dados que pudessem
nos auxiliar na identificação do objeto de estudo, além da revisão de literatura
e análise documental, escolheu-se entrevistar dirigentes/gestores de entidades
que contratavam os dois tipos de profissionais de Educação Física (Licenciado
e Bacharel/Graduado), que atuavam com fundamentos esportivos nessas
instituições, coordenadores de escola pública e particular, licenciados que nelas
atuavam, e professores formadores de duas universidades de ensino público.
Para tanto se utilizou como método de coleta a fonte oral, entrevista semiestruturada. Considerando as relações que envolvem o processo da "Iniciação
Esportiva", dentro de um campo tão complexo que é o Esporte e dentro de
uma Instituição tão importante no contexto social, buscaremos compreender
estas relações, sob a luz das teorias de Pierre Bourdieu., sociólogo francês que
sustenta suas teorias em sistemas simbólicos, onde se configuram espaços
sociais, regras, composição própria, composição de redes, sistematização,
interelação entre os campos. Após a apresentação e discussão dos resultados,
concluiu-se que, para os participantes deste estudo, não há um perfil privilegiado
naquilo que se refere a ser formado em Curso de Licenciatura ou Curso de
Graduação/Bacharelado, privilegiando assim, uma formação mais ampla, geral,
com ênfase na obrigação moral e compromisso com a comunidade

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/76_Anais_p427.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.