A Insatisfação Corporal na Infância e Início da Adolescência

Por: Cláudia Kátia Lee da Silva Goulart, José Augusto Evangelho Hernandez, Miguel Angelo Duarte e Rogério da Cunha Voser.

Pensar a Prática - v.21 - n.1 - 2018

Send to Kindle


Resumo

A insatisfação corporal, preditora de transtornos alimentares, é a desaprovação do indivíduo pela sua própria aparência física. Este estudo examinou esta variável em 303 estudantes,  de seis a 14 anos idade, do Ensino Fundamental de Porto Alegre/RS.  Cada participante indicou a silhueta mais parecida com seu corpo e a mais desejada numa Escala de Silhuetas, também foi calculado o Índice de Massa Corporal para cada indivíduo. Como insatisfação corporal foram consideradas as diferenças entre os escores das silhuetas autopercebidas e desejadas. A insatisfação corporal apareceu a partir de 10 anos para meninas e foram encontradas diferenças sexuais na forma de experimentar esse sentimento. Possivelmente, maturação física e fatores psicossociais explicam esses achados.

Endereço: https://revistas.ufg.br/fef/article/view/42899

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.