A Militancia de Fernando de Azevedo na Educação Brasileira: a Educação Fisica, 1915

Por: Elizabeth de A. Silvares Pompeo de Camargo e Maurício Tragtenberg.

392 páginas. 1995 28/07/1995

Send to Kindle


Resumo

O objetivo desta dissertação é o estudo, dentro de delineamentos iniciais e gerais, das proposições feitas por Fernando de Azevedo relativamente à educação brasileira, em seu primeiro trabalho intelectual, produzido em 1915, intitulado A Poesia do Corpo. O autor apresentou este texto em 1916, na forma de tese de concurso para a vaga de professor da cadeira de Ginástica e Educação Física no Ginásio Mineiro. Esta dissertação compõe-se de duas partes. Na primeira, são estudados alguns elementos relativos ao percurso coberto por Fernando de Azevedo até 1915, destacando alguns aspectos sobre sua origem social, suas infância, adolescência e juventude, a formação que recebeu no seio da família e na vida escolar e outros elementos que ajudam a entender a trajetória de sua vida e a sua inserção social nessa época. Sem nela postular qualquer espécie de determinismo, objetiva-se verificar a existência de "tendências e conflitos" que possam ter marcado sua futura produção intelectual. Na segunda parte, são estudadas as proposições intelectuais feitas por Fernando de Azevedo, em A Poesia do Corpo, com relação ao importante papel da educação física na formação educacional global

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000090236&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.