A Motivação Para a Prática Regular de Atividades Físicas: Um Estudo com Adolescentes da Cidade de Porto Alegre

Por: Carlos Adelar Abaide Balbinotti, Gabriel Henrique Treter Gonçalves, Lisiane Borges Rocha Sampedro, Luciano Juchem, Marcos Alencar Abaíde Balbinotti, Marcus Levi Lopes Barbosa, Ricardo Pedrozo Saldanha e Roberto Tierling Klering.

XIV Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

O estudo da motivação à prática de atividades físicas vem sendo realizado em uma grande variedade de esportes e níveis de prática. Tendo por base a Teoria da Autodeterminação, o estudo teve por objetivo descrever e explorar possíveis diferenças significativas na motivação para a prática regular de atividades físicas em escolas, clubes e academias, de um grupo de adolescentes (n = 353) na cidade de Porto Alegre, controlando a variável "sexo" e a variável "grupos de idade". Os resultados indicam que o Prazer foi a dimensão que mais motivou os adolescentes de ambos os sexos e dos diferentes grupos de idade para a prática regular de atividades físicas. A dimensão Competitividade motiva significativamente mais (p < 0,01) aos homens para a prática regular de atividades físicas.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.