A Natação Forçada Induz Subsensibilidade à Fenilefrina em Aorta Torácica de Rato

Por: Fernanda Klein Marcondes, Maísa Momesso de Quintal e Maria José C. Sampaio Moura.

Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas - v.39 - n.4 - 2003

Send to Kindle


Resumo

O estresse pode alterar a função vascular. O objetivo deste trabalho foi estudar a sensibilidade à fenilefrina (FE) em aorta torácica de ratos submetidos à natação forçada. Ratos Wistar (200-250 g) foram submetidos a três sessões de natação aplicadas em dias consecutivos (15, 30 e 30 min respectivamente). Imediatamente após a última sessão, os animais foram sacrificados e, da aorta torácica foram obtidos anéis (3-5 mm) com e sem endotélio. Os anéis foram mantidos em solução de Krebs-Henseleit (37 ºC; 95% O2 -5% CO2 ). A integridade do endotélio foi avaliada pelo relaxamento em resposta à acetilcolina (10 μM), após indução de contração por FE (0,1 μM). Curvas concentração-efeito à FE foram obtidas (n=5/grupo). Não houve diferença na resposta máxima à FE entre os tratamentos controle e estresse, em anéis com e sem endotélio (p>0,05). A natação forçada induziu subsensibilidade à FE em anéis com endotélio de aorta torácica isolada de ratos submetidos à natação (pD2 = 6,89 ± 0,07, p<0,05), em relação ao grupo controle (pD2 = 7,46 ± 0,06), sem alteração nos anéis desprovidos de endotélio. A inibição in vitro da síntese de óxido nítrico cancelou esta subsensibilidade. Em conclusão, a subsensibilidade à FE induzida pela natação forçada parece ser causada pelo aumento da atividade do sistema de óxido nítrico endotelial.

Palavras-chave: Estresse, Fenilefrina, Subsensibilidade, Aorta, Endotélio, Natação

Endereço: http://www.scielo.br/pdf/rbcf/v39n4/11.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.