A Negação do Corpo Negro: Representações Sobre o Corpo no Ensino da Educação Física

Por: Ivanilde Guedes de Mattos.

147 páginas. 2007 02/03/2007

Send to Kindle


Resumo

Estudo de um grupo de estudantes de escola pública, cujo foco está na relação entre o ensino da Educação Física e a corporeidade negra. Para analisar o papel do ensino da Educação Física na construção de uma identificação corporal dos estudantes adolescentes negros, buscamos pesquisar quem são e o que pensam esses sujeitos e como determinadas marcas históricas se fazem presentes na sua auto-imagem corporal. Sendo a Educação Física a disciplina escolar que trata do corpo, isso nos levou a pensar que, da forma como ela vem sendo ministrada, provavelmente não contempla a corporeidade negra. A pesquisa empírica foi desenvolvida sob uma perspectiva multirreferencial em cinco escolas públicas da cidade de Salvador. Este trabalho aponta que existe um desconhecimento por parte dos professores sobre as especificidades da cultura negra que envolvem os estudantes negros, que são a maioria nas escolas públicas, o que os leva ao distanciamento da disciplina. Outro dado importante é a afirmação da negritude pelos estudantes que dialogam com as múltiplas identidades ao desenvolverem uma estética híbrida, em que a cor negra é um atributo de beleza. Palavras-chave Educação Física. Padrão de beleza. Identificação. Representação. Corpos negros. 1 Mestre em Educação e Contemporaneidade pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Especialista em Metodologia em Educação Física e Esporte. Membro fundadora do Grupo de Pesquisa FIRMINA Pós-Colonialidade, Educação, História e Ações Afirmativas (CNPq). Coordenadora de Formação e Gestão de Pessoas (CEPAIA-UNEB). Docente do Componente Curricular Educação Física III na Uni

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.