A Organização do Campo Científico nos Estados Unidos e o Seu Impacto na Organização da área de Conhecimento da Educaçao Física

Por: Anísio Calciolari Junior.

2011 07/10/2011

Send to Kindle


Resumo

A partir do evento da 2ª Guerra Mundial, o cenário científico nos Estados Unidos da América começa, por influência da comunidade científica, a ser (re)desenhado com uma série de medidas e ações políticas que foram tomadas com o objetivo de garantir o apoio do governo, o estabelecimento de políticas públicas voltadas ao desenvolvimento da pesquisa básica, condição determinante a concretização de um significativo impactando para a (re)estruturação do sistema universitário americano, que passaria a ser o lugar social para a produção de conhecimento. Inserida nesse cenário, a Educação Física sofre os impactos do campo político e científico, e vê a necessidade de se reorganizar, tendo como parâmetro as novas regras e normas desses campos. Diante desse cenário, optamos por eleger o objeto da pesquisa a maneira como foram estabelecidas as discussões relativas à organização da Educação Física como campo científico. Para tanto, nosso objetivo geral foi investigar os elementos norteadores da organização do campo científico nos Estados Unidos e o seu impacto na organização da área de conhecimento da Educação Física, proposta na década de 1960. E, como objetivos específicos, a) Identificar quais os valores atinentes ao ideário de ciência foram apropriado pela Educação Física americana no movimento disciplinar iniciado nos anos de 1960, e b) compreender as propostas de organização estrutural da Educação Física, tendo como referência, o campo científico americano. O quadro teórico-metodológico é de natureza qualitativa, sendo que, para análise e interpretação dos dados coletados, lançamos mão dos princípios teóricos vinculados ao campo da Análise de Conteúdo, associado à matriz conceitual bourdiana. A fonte documental fundante foi o periódico americano Quest, sendo que, o recorte temporal está marcado pelo período compreendido entre os anos de 1963-1980. A categoria utilizada para a análise dos dados foi Propriedades Específicas do Conhecimento Científico e as Estratégias de Apropriação por parte da Educação Física. Ao término da pesquisa, nos deparamos com o fato da Educação Física americana ter iniciado seus movimentos de organização a partir dos anos de 1960, sendo que se utilizou de várias frentes para se estabelecer como uma disciplina acadêmica, tendo como referencial para tal meta as propriedades determinadas pelo campo científico americano. Entretanto, no decorrer do processo, fica explícito que o surgimento de conflitos estabelecidos a partir de grupos e agentes da área, que produziam sua visão do acontecimento de diferentes lugares sociais, o que remetia a constituição de distintas noções conceituais de disciplina acadêmica e formação profissional. Por fim, podemos afirmar que essas estratégias buscavam estabelecer as noções apresentadas e se apropriar de um capital científico que legitimasse o poder de determinar as regras e normas científicas da Educação Física, estabelecendo, histórico e socialmente, novas práticas sociais cotidianas - novos hábitus. 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.uel.br/document/?code=vtls000178234

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.