A Paródia: Uma Estratégia Educativa Para Conhecimentos Relacionados à Saúde

Por: Conceição Maria Pereira dos Santos, Edvaldo Cesar da Silva Oliveira, Eveline Ximenes Tomaz, Francisco Nelivaldo de Sousa, , Luiz Carlos Soares Santos e Tânia Mara Vieira Sampaio.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.19 - n.3 - 2011

Send to Kindle


Resumo

Esse estudo qualitativo teve por objetivo, analisar como a música, em especial a paródia, pode contribuir como processo educativo para tratar os conteúdos conceituais de Educação Física e Saúde. Ao longo da história da Educação Física Escolar, os conteúdos ligados à prática e realização dos movimentos, ou seja, ao “saber fazer”, (procedimental) sempre tiveram prioridade. As dimensões conceituais “porque fazer” e como relacionar-se nesse “fazer” (atitudinal), foram muitas vezes relegados, reforçando o modelo tradicional de ensino, que ainda privilegia o esporte e a recreação como conteúdos principais das aulas, sem a devida contextualização. A pesquisa-ação foi realizada com estudantes do 1º ano do Ensino Médio, do curso de Mecânica, do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Piauí (IFPI). Em dois encontros semanais, no período de março a junho de 2010, foram desenvolvidas atividades pedagógicas, através da utilização de paródias musicais, envolvendo os conteúdos conceituais como: benefícios da atividade física, doping no esporte, exercício e hipertensão, exercício e obesidade; exercício e osteoporose, doenças sexualmente transmissíveis, noções de primeiros socorros, tendo em vista o resgate de tais conteúdos. Considerando os depoimentos dos estudantes, concluiu-se que é relevante a utilização da música na aprendizagem, envolvendo o estudante na compreensão de saberes, tornando-o ativo e participativo.

Endereço: http://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/2712

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.