A Participação das Mulheres nos Esportes de Aventura e Risco: Uma Decolagem Pelo Universo das Práticas de Vôo Livre

Por: Luciana Silva Abdalad e Vera Lucia Costa.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

Este estudo aborda a presença feminina em práticas esportivas de aventura
e risco na natureza. Optou-se pelos esportes de vôo livre. A investigação,
de natureza qualitativa, se deu no campo de conhecimento do Imaginário
Social e teve dois objetivos: a) investigar alguns sentidos de aventura e
risco presentes nos discursos das mulheres que praticam vôo de asa-delta e
parapente como lazer; e b) destacar alguns elementos simbólicos e míticos
expressos nos discursos das voadoras. Foram realizadas oito entrevistas
semi-estruturadas com mulheres praticantes de vôo livre. O método
utilizado para a interpretação dessas falas foi a Análise do Discurso de
Orlandi. O mapeamento dos sentidos da aventura e do risco permitiu que
emergissem as seguintes marcas lingüísticas: o escape, com o sentido
polissêmico de desrotinização e condição social feminina; a ruptura, com
o sentido de superação do medo; a paixão, com o sentido do lúdico e da
liberdade; a mãe; o diálogo com a natureza; o resgate. Dentre os mitos que
despontaram significantes nos discursos das voadoras, identificamos Ícaro,
Ártemis, Atena e Deméter.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/70_Anais_p345.pdf

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.