A Participação nas Aulas de Educação Física e a Pratica Esportiva na Escola Podem Influenciar a Orientação Esportiva Paralímpica em Pessoas com Deficiência Severa ? Um Estudo Retrospectivo.

Por: Joyccy Maria Duarte da Silva.

11° Congresso Brasileiro de Atividade Motora Adaptada - CBAMA

Send to Kindle


Resumo

A prática de pessoas com deficiência em atividades esportivas é uma grande aliada à promoção da qualidade de vida, a bocha adaptada atualmente é um dos esportes que mais inclui, por se tratar de uma modalidade com muitas classes funcionais, abrangendo múltiplas deficiências, inclusive deficiências severas. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a influência das aulas de educação física e a prática esportiva na escola por estudantes com deficiência para uma orientação esportiva paraolímpica. Para realização deste trabalho foi aplicado um questionário a respeito das experiências com a educação física escolar e a prática esportiva nos treinos e em campeonatos de bocha adaptada. Foram avaliados 26 praticantes de bocha adaptada, a maioria é do gênero masculino, possuem paralisia cerebral, não participaram de educação física ou de alguma modalidade esportiva no período da escola. A escola pode e deve ser um espaço para que os estudantes com deficiência tenham uma orientação esportiva.

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.