A Percepção da Fisiologia Sutil na Prática do Yoga

Por: Soraia Maria de Moura.

141 páginas. 2013 25/02/2013

Send to Kindle


Resumo

O objetivo geral desta pesquisa é estudar o fenômeno da fisiologia sutil humana, ou anatomia multidimensional humana (Gerber, 1988), e o objetivo específico é observar se a percepção desta fisiologia é possível por meio da prática do Yoga. Para o Yoga o ser humano é constituído por estruturas sutis de energia chamadas de Chacras, Koshas e Nadis. A pesquisa se constitui no campo da fenomenologia (Moreira, 2002), e aborda algumas temáticas que visam à compreensão do fenômeno da energia sutil humana. Foi realizada uma pesquisa de campo, de caráter qualitativo, onde foram organizados dois grupos de prática de Hatha Yoga ao longo da pesquisa. Para aferir a percepção dos participantes, foram utilizados questionários, anotações no diário de campo, anotações dos alunos em desenhos por eles produzidos, e ainda seus relatos espontâneos ocorridos ao final da prática. Foi realizada a análise temática dos dados recolhidos (Bardin, 2011), os quais foram comparados com as percepções incomuns que ocorrem durante a meditação e que são descritas por Kornfield (1993). Foi observado que os participantes da pesquisa de campo tiveram alguma percepção das estruturas sutis do corpo. 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000909492&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.