A Percepçao Quanto à Autoestima e a Sociabilidade de Idosos Praticantes de Dança de Salão: Um Estudo de Caso

Por: Bruna Silveira Chaves.

118 páginas. 2009

Send to Kindle


Resumo

Este estudo buscou determinar indicadores de autopercepção e auto-observação quanto à autoestima e à sociabilidade de idosos saudáveis e não institucionalizados praticantes de Dança de Salão, inseridos no Programa Social Interventivo "Universidade com a Melhor Idade", promovido pela Unipac – Vale do Aço, na cidade de Ipatinga – MG. Foi realizada uma pesquisa qualitativa com uma abordagem fenomenológica. Quanto ao método de interpretação dos conteúdos obtidos, a partir da entrevista semiestruturada concebida, foi utilizado como suporte a Analise de Conteúdo. Foram entrevistados dezoito alunos (doze mulheres e seis homens) matriculados na disciplina Dança de Salão, na faixa etária acima de sessenta anos e com tempo de prática de no mínimo um semestre letivo. As respostas dos entrevistados mostraram, espontaneamente, indicadores do nível de autopercepção e auto-observação da autoestima e da sociabilidade, tão importante para a análise dos benefícios da prática da Dança de Salão para os sujeitos desse estudo. Pode-se concluir que a prática da dança oportuniza aos idosos vivenciarem atividades que lhes proporcione dar um novo sentido à velhice, fase tão discriminada em nossa sociedade. Tal participação supre necessidades com relação à prática de atividades físicas pelos idosos, já que quase metade dos entrevistados não realiza outra atividade do gênero fora do projeto. A prática Dança de Salão torna-se, então, fator relevante na busca de um envelhecimento saudável, tanto do ponto de vista físico quanto do ponto de vista terapêutico. No campo social, foram apontadas melhorias em comportamentos que prejudicavam as relações dos idosos com outras pessoas, tais como timidez e isolamento voluntário, em função do desafio da prática da atividade. Alterações positivas na autoestima e na vida social foram atribuídas pelos entrevistados confirmando que a Dança de Salão proporciona a seus praticantes a compreensão de suas emoções, alterando positivamente os estados de ânimo e autoconfiança. Os resultados dessa pesquisa legitimam, assim, a importância desse projeto social interventivo.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=2568&listaDetalhes%5B%5D=2568&processar=Processar

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.