A Pluralidade Cultural Possibilitando o Trato com a Dança nas Aulas de Educação Física

Por: Jucilandia Soares Farias, Uildeli Nascimento Santos e Uilliam das Neves Andrade.

XVIII Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e V Conice - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

Considerando a Educação Física como parte da cultura humana e seus conteúdos como um conjunto de praticas ligado ao corpo e ao movimento, criados pelo homem ao longo de sua historia, permite abordar a pluralidade cultural como conhecimento. Dáolio (2003) coloca que a concepção de cultura como processo eminentemente simbólico permite dimensionar em outra escala a educação física, tornando-a não mais como área que trata apenas do corpo e do movimento para constituir-se em área que trata do ser humano nas suas manifestações culturais relacionadas ao corpo. Observa-se que a dança como conteúdo da cultura corporal ainda é pouco tratada nas aulas de Educação Física, e diversas pesquisas apontam como limitações para sua inserção a influencia da mídia como fator preponderante sobre o poder da alienação, adestramento e domesticação do individuo organizando talvez o que esta na moda praticar. Assim, transforma o comportamento dos sujeitos que compõe a sociedade com repugnância a dança enquanto modalidade da educação física. Entendendo que a Dança enquanto movimento corporal é importante como conhecimento e alguns povos se utilizam desse artifício para promover manifestações. Para Robatto (1994) a dança, em certas regiões, é uma manifestação muito importante para sua gente. Certos povos precisam estar sempre em contato com suas danças como forma de integração.

Endereço: http://cbce.tempsite.ws/congressos/index.php/conbrace2013/5conice/paper/view/5328

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.