A Política de Esporte no Distrito Federal: Centros Olímpicos, Terceiro Setor e Focalização

Por: .

205 páginas. 2013 30/08/2013

Send to Kindle


Resumo

Esta pesquisa problematizou o esporte e sua configuração como objeto de políticas público no Distrito Federal, considerando a implantação e desenvolvimento dos Centros Olímpicos. Seu objetivo foi analisar os Centros Olímpicos no contexto da política esportiva do Distrito Federal, tendo em vista o direito, o gasto e a gestão e controle democrático do esporte. É uma pesquisa de caráter qualitativo, sendo um estudo de caso, mas sem perder a perspectiva da totalidade, da contradição e da mediação. Enquanto processo metodológico, para coleta de dados, foi construída uma pesquisa documental e realizadas entrevistas semiestruturas junto a equipe de gestão dos Centros Olímpicos. A análise dos dados teve como referência o método de análise e avaliação de políticas sociais, proposto por Boschetti (2009). Concluiu-se que a política dos Centros Olímpico do Distrito Federal representa avanços e retrocessos. No entanto, de modo geral, percebe-se: a negação do esporte como direito universal; a produção de um de discurso mistificador em torno do esporte; a focalização da política nas crianças e jovens pobres; a descentralização da gestão deste programa em direção ao terceiro setor ; e a pouca abertura à participação e controle democrático. Compromete-se, assim, a possibilidade das políticas públicas do Distrito Federal garantirem o acesso universal ao esporte como direito social. 

Endereço: http://repositorio.unb.br/handle/10482/14649

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.