A Política Nacional do Esporte e Sua Relação com as Esferas Federal e Municipal.

Por: .

Políticas Públicas e Esporte no Brasil.

Send to Kindle


Resumo

Na última década, as políticas públicas de esporte no Brasil foram marcadas por diversos debates, iniciados, principalmente, pela criação do Ministério do Esporte (ME) em 2003. O ME tornou-se o órgão máximo do esporte dentro da estrutura burocrática do governo federal, sendo responsável pelas políticas de organização e de promoção da atividade esportiva em todo o país.

Em 2004, o ME promoveu a I Conferência Nacional de Esporte (CNE), com a temática “Esporte, Lazer e Desenvolvimento Humano”, com etapas municipais e estaduais. Um dos resultados deste evento foi a elaboração da Política Nacional de Esporte (PNE), a qual tem como proposta geral estabelecer as macrodiretrizes políticas para o desenvolvimento do esporte no país.

Nesta perspectiva, em 2006, foi realizada a II Conferência Nacional de Esporte, com a temática “Construindo o Sistema Nacional de Esporte e Lazer”, que manteve as mesmas características do evento anterior, com a realização de pré-etapas por diversos estados e municípios.

As discussões sobre o esporte no país ampliaram-se ainda mais a partir de 2007 e 2009, quando o Brasil foi escolhido para sediar os dois maiores eventos esportivos do planeta: a Copa do Mundo de Futebol em 2014 e os Jogos Olímpicos em 2016. Tal fato contribuiu para que o fenômeno esportivo passasse a ocupar um lugar de prioridade na agenda política nacional.

Desse modo, o esporte adquiriu status de “problema público”, pois os mais variados agentes, tanto do campo político quanto do campo esportivo realizaram inúmeros debates, considerando que o incentivo ao esporte por meio de políticas públicas deva ser ampliado, e que estas melhorias devam ser relevantes para a coletividade, o que justificaria assim um maior investimento estatal (SECCHI, 2010).

Considerando os primeiros passos dados pelas conferências anteriores, realizou-se em 2010, a III Conferência Nacional de Esporte, tendo como tema o “Plano Decenal de Esporte e Lazer – 10 pontos em 10 anos para projetar o Brasil entre os 10 mais”, deste evento foram elaboradas ações e metas em dez eixos de trabalho, sendo eles: o sistema nacional de esporte e lazer; a formação e valorização profissional; o esporte, lazer e educação; o esporte, saúde e qualidade de vida; a ciência e tecnologia; o esporte de alto rendimento; o futebol; o financiamento de esporte; a infraestrutura esportiva; e, ainda, esporte e economia.

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.