A Popularidade do Handebol no Contexto Escolar e Extra-escolar do Rio de Janeiro

Por: Vanessa Cerqueira Pasko.

2005 05/07/2005

Send to Kindle


Resumo

A origem, o desenvolvimento e a regulamentação do handebol são temas que, além de pouco abordados pela literatura, revelam lacunas, fatos imprecisos e algumas controvérsias. Existem dúvidas quanto ao local e ao período de seu surgimento, bem como de sua forma inicial de jogo. O que surgiu primeiro: o handebol de campo ou o handebol de salão? A versão encontrada no Livro de Regras publicado pela Confederação Brasileira de Handebol (CBHb) (2001) é a de que o esporte teria sido criado em 1919, na Alemanha, pelo professor Karl Schelenz, a partir da reformulação de um jogo denominado TORBALL. O handebol era então praticado em um campo de futebol com 11 jogadores em cada equipe. Sua adaptação para as quadras aconteceria poucos anos depois, na Suécia, onde o rigoroso inverno impedia sua prática em campo aberto. Ainda sobre a origem do esporte, existe uma outra versão de que o handebol de salão teria surgido primeiro. As fontes, porém, discordam quanto às datas. Segundo a Revista Balonmano do Comitê Olímpico Internacional (1986), em 1848, o instrutor de ginástica Hoger Nielsen criou, na Dinamarca, um jogo denominado HAANDBOLD. Já Ferreira (s/d) afirma que o mesmo Nielsen teria criado, em 1898, o ‘handebol dinamarquês’, que teria sido “o ponto de partida para o moderno handebol de salão” (p. 15). De acordo com Kunsagi (1978), no Brasil, o handebol de campo foi introduzido pelos imigrantes alemães em 1928, em São Paulo. O handebol de salão, como é jogado atualmente, começou a ser difundido no Brasil a partir de 1952 (SILVA, 1995). 

Endereço: https://www.dropbox.com/s/jr6wjb74v4sl7k3/UGF.00292.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.