A Potência de Partida no Desempenho do Nadador na Prova dos 50 Metros Nado Livre: Um Estudo Piloto

Por: .

IX Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do estudo foi provar a importância da Potência de Partida para o desempenho do nadador na prova dos 50 metros nado livre. Para a amostra, foram testados 07 ex-nadadores (n=07), todos da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, com idade entre 19 e 24 anos (X=21.4). Os integrantes da amostra foram submetidos a dois testes: Teste de saída (criado pelo autor), e Teste de 50 metros nado, livre, os quais avaliaram a Potência de Partida e o desempenho do nadador respectivamente. Após a coleta de dados, foram aplicados o Teste de Correlação Linear Simples de Pearson (r= -0.88), Teste "F" de Fisher Snedecor (p<0.01), e análise da variância para regressão linear simples, observando-se que, para cada um aumento de 1 metro na Potência de Partida, espera-se uma redução de 1.35 segundos na prova dos 50 metros nado livre, para a amostra considerada.

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.