A Prática do Stretching Global Ativo Para Otimização da Força e Prevenção de Lesões em Esportes de Combate

Por: Heleno Almeida Júnior.

58 páginas. 2017 20/02/2017

Send to Kindle


Resumo

Objetivando analisar a prática do Stretching Global Ativo (SGA) para otimização da força e auxílio na prevenção de lesões em esportes de combate, verificou-se o efeito da prática regular do SGA no desempenho de judocas em uma bateria de testes físicos, assim como o efeito dessa prática no auxílio da manutenção e restituição de valores normais da assimetria térmica para membros superiores de jiujitsukas. Para compor a amostra dos estudos foram recrutados 12 judocas no período de 10 semanas e 18 jiujitsukas por três dias consecutivos, divididos em grupo experimental e grupo controle. Os resultados apontam que a prática regular do SGA potencializou o ganho de flexibilidade e impulsão vertical, com ganho de 3,00 ± 1,09 cm e 2,49 ± 0,63 respectivamente, e não foi prejudicial em outros testes para atletas de judô. Já para jiujitsukas, a prática do SGA acelerou o processo de recuperação para região do antebraço após a competição, diminuindo em 0,18°C o ΔTP (°C). Conclui-se que, a prática do SGA aumenta a flexibilidade da cadeia posterior e o desempenho no salto vertical de judocas, e não prejudica a manutenção da normalidade térmica em regiões contralaterais dos membros superiores de competidores de jiu jitsu podendo restituir valores normais de assimetria térmica na região posterior do antebraço.

Endereço: https://ri.ufs.br/handle/riufs/4973

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.