A Prática Esportiva Como Elemento de Inclusão Através do Programa Segundo Tempo – Forças no Esporte

Por: Anny Karolayne Fonseca Soares.

XXI Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e VIII CONICE - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

INTRODUÇÃO

No decorrer dos anos um conjunto de ações e políticas públicas tem sido criadas para viabilizar a prática do esporte no ambiente nacional. Conforme o artigo 217 da Constituição Federal, é dever do estado garantir a sociedade o acesso ao esporte, o qual ajuda na reversão do quadro de vulnerabilidade social, atuando como instrumento de formação integral dos indivíduos. Nesse contexto, o Ministério da Defesa desenvolve, com outros órgãos federais, e com o apoio da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, o Programa Segundo Tempo – Forças no esporte (PROFESP), que tem por objetivo promover a integração social e o desenvolvimento humano por meio da prática esportiva atuando com o público de crianças e adolescentes. (BRASIL, 2014). Desse modo o objetivo do estudo é discutir a importância das atividades ministradas no PROFESP que atuam na inclusão da vida dos participantes, os quais residem em áreas de vulnerabilidade social.

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.