A Prática Pedagógica da Educação Física em Escolas Públicas de Goiânia

Por: Paulo Roberto Veloso Ventura.

198 páginas. 2000 17/01/2000

Send to Kindle


Resumo

O eixo central desta pesquisa é a prática pedagógica da Educação Física Escolar, na qual faço uma análise desta prática, na ótica de professores-pesquisadores com formação em Educação Física e em outras áreas relacionadas com o processo educacional.

                       Para tanto, mantenho um diálogo com autores que analisam esse objeto de estudo, dentro de diversos parâmetros: como poesia, como prática social, na relação com a escola, na perspectiva de uma práxis pedagógica, como prática educativa. Converso ainda, com autores que abordam as temáticas sobre currículo e sobre  a legislação pertinente à Educação e à Educação Física.

                       Trata-se de uma pesquisa qualitativa, realizada em três escolas públicas, duas do Sistema Municipal e uma do Estadual, que investiga a prática de quatro professores, dois formados pela Escola de Educação Física da Universidade Estadual e dois pela Faculdade de Educação Física da Universidade Federal, com o objetivo delineado de levantar a influência dos currículos de formação inicial, no desenvolvimento das práticas pedagógicas desses professores.

                       Além das observações feitas durante o segundo semestre letivo de 1998 nas práticas desses professores, também foram analisadas as diretrizes curriculares dos Sistemas de Ensino do Estado de Goiás e do Município de Goiânia, dos projetos políticos pedagógicos das Escolas investigadas, bem como dos currículos das Faculdades onde se formaram os professores/atores da pesquisa, além de entrevistas com estes, com seus alunos e com membros participantes da gestão das escolas pesquisadas.

                       Os resultados da pesquisa apontam uma perceptível influência dos currículos de formação inicial: os egressos da Faculdade Estadual apresentam uma prática pedagógica que tende para a Aptidão Física, com forte apelo para o esporte; dos professores formados na Faculdade Federal, enquanto um caminha para uma concepção de prática humanista, o outro, apesar de demonstrar conhecimentos sobre as correntes teóricas, faz do esporte, o eixo que traduz sua prática, totalmente mecânica.

                       A pesquisa mostra também, que o Sistema Municipal propicia melhores condições pedagógicas para suas escolas, com uma proposta que apresenta bons resultados em uma das escolas investigadas, a qual trabalha com as proposições de coletividade e gestão democrática, utilizando-se de temas geradores para uma relação pedagógica entre todas as disciplinas componentes do currículo escolar.

                       Outra realidade que fica bem clara é a falta de formação continuada dos docentes de Educação Física, na qual, sistemas e instituições formadoras não oportunizam adequadamente aos professores esta direção. Por seu lado, os professores, sem uma leitura mais crítica do quadro em que estão envolvidos, mas não estando totalmente inocentes no processo, também não buscam melhorar seus conhecimentos.

                       Fica evidente, que a prática pedagógica da Educação Física Escolar não compõe um paradigma que se possa considerar de qualidade, o que coloca em risco a única conquista desta disciplina dentro da LDB (Lei 9394/96): ser considerada integrante da proposta pedagógica da escola de ensino básico.

                       Nas considerações derradeiras, faço uma série de sugestões à entidades, instituições e sistemas, para que, num trabalho de cobrança coletiva, de mutualidade, possam estabelecer um novo processo para a prática pedagógica da Educação Física nas escolas públicas de Goiânia. 

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.