A Presença do Futebol na Música Popular Brasileira

Por: Assis Angelo.
Send to Kindle


Sobre a Obra

Às vésperas do primeiro centenário de gravação da primeira música composta em homenagem ao futebol no Brasil, o jornalista e estudioso da cultura popular Assis Ângelo faz uma retrospectiva inédita em torno do assunto que desde os primeiros anos do século passado tem inspirado artistas dos mais diversos gêneros, desde Benedito Lacerda/Pixinguinha (1x0) a Jacob do Bandolim (Vascaíno); passando por Wilson Batista/Jorge de Castro (Samba Rubro-Negro), Ary Barroso (O Brasil há de Ganhar), Francisco Alves/Ismael Silva/Nilton Bastos (Nem é Bom Falar), Noel Rosa (Conversa de Botequim), Lamartine Babo (Sempre Flamengo!) e Chico Buarque (O Futebol).

A Presença do Futebol na Música Popular Brasileira traz texto de apresentação assinado por Ives Gandra da Silva Martins que, a certa altura, diz ser a obra de Assis uma pérola notável por seu conteúdo, por seu tema até aqui nunca abordado por nenhum outro pesquisador ou escritor brasileiro.

A obra reúne o que de mais significativo foi composto e gravado até hoje sobre futebol, no Brasil. Dividido em seis partes (e um índice onomástico), A Presença do Futebol na Música Popular Brasileira traz uma cronologia seguida de comentários breves do autor.

Assis Ângelo, que escreve livros sobre música e folclore há muito tempo e já biografou o maestro Carlos Gomes, o sanfoneiro Luiz Gonzaga e o poeta popular Patativa do Assaré, foi pioneiro na abordagem do tema. Sua primeira incursão por essa temática data de 1994, quando lançou um opúsculo com o mesmo título.

A Presença do Futebol na Música Popular Brasileira traz como encarte um CD com Brasil, País do Futebol, de Assis em parceria com Jarbas Mariz.

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.