A Problemática dos Espaços e Materiais Para as Aulas de Educação Física nas Escolas Públicas de Amargosa/ba

Por: David Romão Teixeira, José Arlen Beltrão, Maílson Kleber Silva dos Santos e Thiago Antônio Felix Munekata.

XVIII Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte e V Conice - CONBRACE

Send to Kindle


Resumo

Este artigo trata das investigações realizadas do inicio de 2010 ao final de 2011 nas pesquisas: “Ginásticas Alegria na Escola: realidade e possibilidades na cidade de Amargosa”, e “Condições objetivas do desenvolvimento da Educação Física nas escolas públicas da cidade de Amargosa BA” que envolvem atividades de ensino-pesquisa-extensão, desenvolvidas pelo grupo de pesquisa GEPEFE / Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. 
Para discutir a organização do trabalho pedagógico e a formação de professores de Educação Física, consideramos imprescindível conhecer as condições concretas da realidade das escolas públicas, principal local de intervenção dos professores de Educação Física. Realizamos esta investigação nas escolas públicas da cidade de Amargosa – Bahia, cidade sede do Centro de Formação de Professores da UFRB, onde está alocado o curso de Licenciatura em Educação Física.
A Educação Física, componente curricular obrigatório da educação básica, é responsável pelo tratamento pedagógico dos conteúdos da cultura corporal. Suas aulas são espaços para vivenciar e discutir os diversos conteúdos da área, buscando relacioná-los às questões sociais que o cercam, no intuito de contribuir na formação crítica e na emancipação dos sujeitos (COLETIVO DE AUTORES, 1992). Por suas características, esse componente curricular necessita de espaços e materiais específicos, que não são comumente utilizados por outras disciplinas. Sendo assim, a Educação Física é um componente diferenciado no ambiente escolar, por necessitar desenvolver suas atividades em espaços amplos que possibilitem a experimentação das práticas corporais por um número elevado de alunos ao mesmo tempo, extrapolando os limites espaciais das tradicionais salas de aula, por isso a necessidade de outros espaços: quadras esportivas, campos, salas de ginásticas, salas de dança, auditórios, pátios, bosques.
Assim como necessita de espaços específicos, as aulas de Educação Física requerem materiais específicos e em grande quantidade, próprios para o trato do conhecimento dos diferentes conteúdos da cultura corporal. Por isso a quantidade, a qualidade, e a diversidade de materiais para o ensino da Educação Física são primordiais para o sucesso das atividades.

Endereço: http://cbce.tempsite.ws/congressos/index.php/conbrace2013/5conice/paper/view/5611

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.