A Produção do Conhecimento dos Docentes do Departamento de Educação Física da Universidade Federal de Sergipe

Por: Jênisson Alves de Andrade.

81 páginas. 2013 14/06/2013

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo busca responder à pergunta: Quais as tendências epistemológicas que orientam a produção do conhecimento dos docentes do Curso de Licenciatura em Educação Física da Universidade Federal de Sergipe? Partimos da pesquisa em âmbito nacional EPISTEF Epistemologia da Educação Física a qual investiga Produção do conhecimento em Educação Física: impacto do sistema de pós-graduação das regiões Sul e Sudeste na formação de mestres e doutores que atuam nas Instituições de Ensino Superior da região Nordeste com o intuito de mapear a produção do conhecimento na área de Educação Física no Brasil, destacando o impacto da produção do conhecimento nas regiões sul e sudeste na região nordeste. A mesma acontece sob financiamento da FAPESP Fundação de amparo à pesquisa do estado de São Paulo. A metodologia do estudo é baseada na matriz epistemológica desenvolvida por Sánchez Gamboa e que está também em fase de elaboração na pesquisa nacional. Tivemos como objetivo: analisar a produção do conhecimento dos docentes do Curso de Licenciatura em Educação Física da Universidade Federal de Sergipe no que se refere as tendências epistemológicas que orientam a elaboração de dissertações e teses. Nossas principais constatações foram que o debate epistemológico na Educação Física atualmente aponta para um embate entre os giros linguísticos e um resgate do real independente da consciência e da linguagem ; entre as 14 produções, 12 foram defendidas a partir dos anos 2000, apenas 3 foram defendidas em programas de Pós-Graduação em Educação Física, as demais foram defendidas em Educação; predominam as tendências epistemológicas fenomenológico-hermenêuticas (6), seguida das crítico-dialéticas (4), empírico-analíticas (2) e pós-modernas (2). O que nos aponta para a predominância de produções na área da Educação; Predominância da tendência fenomenológico-hermenêutica, seguida das tendências crítico-dialética, empírico-analítica e pós-moderna, sendo as duas últimas com o mesmo número de produções; a maior parte das produções, doze das quatorze, foram defendidas a partir dos anos 2000, um momento de um grande crescimento da Pós-Graduação na Região Nordeste do Brasil.

Endereço: https://ri.ufs.br/handle/riufs/4657

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.