A Produção Histórica na Revista Brasileira de Educação Física e Esporte

Por: .

VI Congresso Sudeste de Ciências do Esporte

Send to Kindle


Resumo

A Revista Brasileira de Educação Física e Esporte (RBEFE) é um dos principais meios de divulgação científica da área, obtendo a qualificação Qualis B1 na última avaliação realizada pela CAPES (2013-2016). A publicação é trimestral e contempla artigos das áreas sociocultural, biodinâmica, comportamental e pedagógica. Dada a importância e escopo da revista buscou-se, por meio deste estudo, identificar as características dos artigos sobre História da Educação Física e Esporte publicados na RBEFE durante os anos de 2010 e 2017, considerando a quantidade de artigos por ano, autores e instituições de origem e recortes temáticos. Espera-se diagnosticar a produção da comunidade disciplinar (GOODSON, 1993) a partir do periódico selecionado compreendendo como tem ocupado o espaço no interior da Revista. Trata-se de uma pesquisa exploratória e bibliográfica (GIL, 2007). Foram encontrados os seguintes resultados: 1) Entre 2010 e 2017 foram publicados 24 artigos sobre a História da Educação Física e Esporte, sendo 3 em 2010, 2 em 2011, 4 em 2012, 2 em 2013, 6 em 2014, 4 em 2015 e 2 em 2016 e 1 em 2017; 2) Os autores e co-autores mais publicados foram Mazzo (UFRGS) com 4 artigos; Capraro (UFPR), Rúbio (USP) e Melo (UFRJ), com 3 artigos; Moraes e Silva (UFPR), Marchi Júnior (UFPR), Silva (UFRGS), Soares (UFRJ), Gois Júnior (UNICAMP) e Abrahão (UFRJ), com 2 artigos publicados. Outros 26 autores/co-autores possuem textos na Revista; 3) As instituições de origem dos autores/co-autores são: UFRJ (7 artigos, sendo 1 com a Unicamp), UFRGS (6 artigos, sendo 1 em parceira com USP), USP (6 artigos, sendo 2 em parceria com UNICAMP e outra com UFRGS), UFPR (4 artigos), Unicamp (4 artigos, sendo 2 com USP), UFMG (2 artigos, sendo 1 com UEMG). 4) Os temas são: a) Futebol, com 5 publicações; b) Jogos Olímpicos e COI, com 4; c) Educação Física escolar (3 artigos), mesmo número de Esporte e construção de identidades; d) Kung Fu (2 artigos), mesmo número de História de modalidades e Origem e institucionalização do Esporte; e) Discursos sobre o corpo feminino, Educação do corpo e Reflexão teórica sobre o Esporte (1 artigo cada). Percebe-se que mesmo não sendo numericamente grande, os artigos da temática têm marcado presença na RBEFE; por outro lado, a autoria dos textos tem se concentrado em pouquíssimas instituições e autores, ainda que apresentem alguma diversidade temática; tal constatação indica que os estudos históricos ainda são restritos no interior da educação física, considerando a Revista como termômetro. Sua pouca aplicabilidade no mundo do trabalho é uma hipótese explicativa a ser considerada. Cabe a sua comunidade disciplinar a constante divulgação dos seus trabalhos, bem como da sua importância para a qualificação profissional, conformem argumentam Melo (1999) e Goellner (2012).

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.