A Profissionalização

Por: , Felipe Quintão de Almeida e Jaison José Bassani.

Revista Brasileira de Ciências do Esporte - v.34 - n.2 - 2012

Send to Kindle


A profissionalização das revistas científicas é um movimento que alcança todas as áreas de conhecimento, inclusive aquelas ainda em processo de consolidação, como a Educação Física/Ciências do Esporte. Não é diferente com a RBCE, que vem se empenhando para refinar a forma de gestão de suas atividades, processo desafiador para todos os envolvidos nela. Antes de operar com uma estrutura eficiente, é preciso ainda gerá-la. Muito do que desejamos para a RBCE depende de um salto qualitativo importante no plano da gestão. Publicar mais edições por ano, por exemplo, seria muito importante para dar vazão a um número elevado de artigos de boa qualidade e que ficam esperando um tempo muito elevado em fila para avaliação e publicação. Esta e outras questões fundamentais, que passam pela internacionalização efetiva, e não apenas episódica, de uma revista, merecem atenção de toda a comunidade acadêmica. Precisamos encarar, nesse quadro, a questão do financiamento das publica- ções. Sem que ele seja garantido a longo prazo, não é possível pensar no futuro das revistas. É necessário que tenhamos estratégias para que isso aconteça, algo que precisa ter origem em um acordo mínimo entre aqueles que atuam na pesquisa, em especial os periódicos – nossos parceiros e não adversários – e os programas de pós-graduação. A RBCE quer enfrentar esse debate. . . . No presente volume são publicados dezessete trabalhos inéditos, sendo quinze artigos originais, fruto de investigações teóricas e empíricas realizadas por pesquisadores de diferentes regiões do Brasil e também da Espanha. Compõem o número ainda um artigo de revisão e uma resenha. O primeiro artigo original buscou analisar como os espaços públicos de lazer na periferia de Curitiba/PR atendem algumas necessidades infantis, suas relações com a gestão pública e a problemática urbana. O trabalho seguinte também aborda o tema das políticas públicas, focalizando o esporte de alto rendimento e seu fomento por meio de lei municipal específica na cidade de Vitória/ES. O esporte permanece em tela no terceiro artigo que, resultado de pesquisa teórica, busca aproximar a obra de Antonio Gramsci (1891-1937) ao esporte. O quarto e o quinto artigos abordam o tema da infância, EDITORIAL 262 Rev. Bras. Ciênc. Esporte, Florianópolis, v. 34, n. 2, p. 261-262, abr./jun. 2012 o primeiro com resultados de pesquisa sobre o discurso midiático e a cultura corporal de movimento, enquanto o segundo analisa a presença da Educação Infantil no currículo de formação inicial de professores de Educação Física de uma universidade estadual baiana. O sexto trabalho, apoiado nas estratégias genealó- gicas de Michel Foucault, intenciona mostrar como o processo de escolarização e especialmente a disciplina de Educação Física ajudaram a produzir e engendrar comportamentos masculinos e femininos. Uma pesquisa historiográfica sobre a obra de Johann Christoph Friedrich Guts Muths, pedagogo alemão que, no final do século XVIII, escreveu Gymnastik für die Jugend (Ginástica para a Juventude), é o tema do artigo seguinte. Utilizando métodos etnográficos, o oitavo artigo analisa discursos identitários de um grupo de praticantes de capoeira, comparando-os a discursos acadêmicos sobre essa prática. O nono e décimo artigos tratam de esportes aquáticos. Polo aquático, no caso do primeiro, no qual pesquisadores espanhóis objetivaram analisar a influência de conseguir a primeira posse de bola sobre o resultado parcial e final de 192 partidas disputadas nos Campeonatos do Mundo de 2003 e 2007. O segundo verificou os efeitos da velocidade de nado e dos ciclos inspiratórios sobre os parâmetros coordenativos do estilo borboleta. O décimo primeiro artigo analisa o tempo de incidência, origem e local dos gols do Campeonato Brasileiro de Futebol, série A, no ano de 2008. Nos estudos seguintes, descreve-se o nível de atividade física e as barreiras percebidas para ela em policiais militares de Feira de Santana/BA, identifica-se a prevalência de distorções de imagem corporal (IC) entre os sexos, em professores atuantes no mercado do fitness da cidade do Rio de Janeiro. Fechando a seção de artigos originais, dois estudos sobre desempenho psicomotor e aprendizagem motora: um que examina os efeitos da ingestão de cafeína em diferentes tarefas de tempo de reação e outro que analisa se as dicas de aprendizagem auxiliam crianças com TDC na aquisição de uma habilidade motora complexa. Os últimos dois trabalhos do volume são um artigo de revisão e uma resenha. O artigo caracteriza, para o futebol profissional, meios e métodos de influência prática e sugere um modelo de organização e estruturação na etapa preparatória. A resenha ocupa-se da quinta edição revisada e ampliada, do livro Atividade física, saúde e qualidade de vida: conceitos e sugestões para um estilo de vida ativo, de Markus Vinicius Nahas.

Boa leitura! Florianópolis, Vitória, junho de 2012.

Alexandre Fernandez Vaz Felipe Quintão de Almeida Jaison José Bassani

Endereço: http://rbce.cbce.org.br/index.php/RBCE/article/view/1534

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.