A Psicologia do Desporto e a Batalha da Qualidade

Por: António Manuel Fonseca.

Revista Portuguesa de Ciências do Desporto - v.1 - n.1 - 2001

Send to Kindle


Resumo

Ao contrário do que por vezes parece ressaltar de algumas declarações de pessoas mais ou menos relacionadas com o fenómeno desportivo, o estudo da Psicologia do Desporto (PD) não é recente, porquanto parece ser consensual situar o seu ‘nascimento’ entre o final do século XIX e o início do século XX. Na realidade, ainda que exista uma ligeira divergência quanto ao exacto momento em que isso sucedeu – apesar da esmagadora maioria dos que escreveram sobre a história da PD (4, 9, 10, 17) ter indicado o clássico estudo de Triplett, realizado em 1897 sobre a facilitação social do rendimento em provas de ciclismo, como o primeiro relacionado com a PD, tanto Salmela (14) como Biddle (1) chamaram a atenção para o facto de outros autores terem destacado que antes do estudo de Triplett já haviam sido desenvolvidos estudos sobre outros assuntos igualmente enquadráveis no âmbito da PD, como, por exemplo, os efeitos da hipnose na resistência muscular, ou a psicologia da calistenia – esse momento é já claramente centenário.

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.