A Queda de Um Treinador: Estratégias Discursivas de Agendamento e a Demissão de Luxemburgo da Seleção Brasileira de Futebol

Por: Viviane Borelli.

XXVI Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação - Intercom

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do trabalho é analisar as estratégias discursivas desenvolvidas pelos jornais A Razão (Santa Maria, RS), Zero Hora (Porto Alegre, RS) e Folha de São Paulo (SP) no contexto em que ocorreu a demissão do técnico Wanderley Luxemburgo da seleção brasileira de futebol, durante a realização dos Jogos Olímpicos de Sydney (2000). Na análise, verifica-se que o processo de agendamento é cada vez mais marcado por 'multiagendas', que não dizem respeito apenas a questões relativas ao campo esportivo e midiático, mas também ao da justiça, política, economia, da opinião pública, do mundo dos dirigentes, dos 'olimpianos', da vida privada, entre outros. Conclui-se que a construção midiática da atualidade passa por um cruzamento de agendas, em que há relações complexas de trocas e co-determinações, e que a atividade jornalística deve ser pautada pelos valores éticos da profissão.

Endereço: http://www.intercom.org.br/papers/nacionais/2003/index.html

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.