A Questão do Gênero na Educação Física Escolar: Preferências e Preterências

Por: A. Barai.

III Congresso Estadual de Educação Física Escolar

Send to Kindle


Resumo

Instituição: EMEIF Profa Maria Zélia Padovani Martins Pereira    

Os jogos, esportes, lutas, ginásticas, atividades rítmicas expressivas, desvelam-se aliados importantes na consecução dos objetivos pedagógicos no contexto da EFE, porque divertem enquanto motivam, facilitam o aprendizado, as capacidades de retenção e transferência dos conteúdos, auxiliam na compreensão de regras e na ressignificação de valores e atitudes, canalizam simbologias da vida real, entre outros aspectos positivos. Este estudo teve o objetivo de identificar, a questão do gênero nas atividades preferidas e preteridas por alunos, matriculados nas terceiras séries B, C e D, segundo ciclo do ensino fundamental de uma escola pública de Araras. A amostra foi constituída por 102 respondentes, sendo 38 do sexo masculino e 64 do feminino. Dentre os registros concernentes às atividades preferidas pelos meninos, apareceram: futebol (22-57,89%), queimada e variações (06-15,78%), aula livre (06-15,78%), tênis de quadra (02-5,26%), vôlei (01-2,63%), todas elas (01-2,63%). Indagados sobre as atividades menos apreciadas, reafirmaram gostar de todas elas (11-28,94%), pular corda (07-18,42%), vôlei (05-13,15%), queimada (04-10,52%), pega-pega (02-5,26%), esconde-esconde (02-5,26%), pique bandeira (01-2,63%), basquete (01-2,63%), bolinha de gude (01-2,63%), damas (01-2,63%), futebol (01-2,63%), tênis (01-2,63%), alerta (01-2,63%). Para o sexo feminino, as preferências mencionadas foram: queimada e variações (35-54,68%), aula livre (09-14,06%), vôlei (08-12,50%), pega-pega (06- 9,37%), futebol (02-3,12%), alongamento (01-1,56%), tênis (01-1,56%), esconde- esconde (01-1,56%), circuito de habilidades (01-1,56%). As atividades por elas mencionadas como as menos preferidas foram: gosta de todas (19-29,68%), futebol (18- 28,12%), vôlei (05-7,81%), tênis (04-6,25%), queimada (04-6,25%), pega-pega (03- 4,68%), pular corda (03-4,68%), basquete (03-4,68%), pique-bandeira (02-3,12%), aula livre (02-3,12%) e corridas (01-1,56%). Concluiu que a existência de pré-conceitos quanto à prática de determinadas atividades condicionadas ora à imagem masculina, ora à feminina. Reafirmou o papel do educador no aprimoramento das vivências preferidas elencadas, bem como, na escolha de metodologias capazes de (des)envolver o educando, rompendo com tais estereótipos concernentes às questões de gênero. 

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.