A Relação Consumo e Cidadania nas Vivências de Lazer nas Cidades: em Busca de Uma Maior Democratização

Por: Geusiani Pereira Silva e Nascimento, Isabela Veloso Lopes Versiani, José de Andrade Matos-sobrinho e Tacyana Karoline Araújo Lopes.

Revista Eletrônica Nacional de Educação Física - RENEF - v.9 - n.13 - 2019

Send to Kindle


.Resumo

Em um mundo dominado pelas relações capitalistas de trabalho e consumo, falar em lazer, sobretudo nas cidades, expõe contradições de toda ordem, especialmente quando se enfatiza sua dimensão crítica e emancipatória. Na busca por compreender melhor esse quadro, o presente ensaio tem por objetivo refletir sobre a relação entre o consumo e a idéia de cidadania, relacionando-a ao campo do lazer. Com influência de correntes de pensamento que analisam essa mútua correspondência nas democracias contemporâneas, analisa-se a tênue relação sobre o impacto do consumo e sua influência sob o sentimento de cidadania e a inclusão na política, exemplificada através de questões referentes ao lazer nas cidades. Nesse contexto, o lazer é compreendido como um fenômeno moderno, que estabelece relações diretas com o modo de produção capitalista inserido na sociedade de consumo. Mas, ao mesmo tempo, o lazer também é um direito social, que pode ser analisado em estrita relação com a dimensão humana e como instrumento de transformação social. Conclui-se que o grande impacto do consumo, também no campo do lazer, resulta na urgente necessidade de superação de sua condição hegemônica apenas como mercadoria e submetido à lógica econômica para que possibilite seu desenvolvimento social e político enquanto dimensão da cidadania.

Referências

ARENDT, Hannah. A condição Humana. Rio de Janeiro, Forense Universitária, 10. ed./1ª reimpressão, 2001.

DUARTE, André. Hannah Arendt e a modernidade: esquecimento e redescoberta da política. Trans/Form/Ação, Marília, v. 24, n. 1, p. 249-272, 2001. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010131732001000100017&lng=en&nrm=iso . Acesso em 21 mar. 2009. http://dx.doi.org/10.1590/S0101-31732001000100017

GOMES, Christianne. Lazer, trabalho e qualidade de vida. In: CONGRESO DE EDUCACIÓN FÍSICA E CIENCIAS DO DEPORTE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA, 6., 1998, A Coruña. Deporte e Humanismo en Clave de Futuro. Anais... A Coruña: Universidade da Coruña, 1998.

__________. Lazer e Cidade: reflexões. In: BRANDÃO, Carlos (Org.). As Cidades da Cidade. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2006. p. 171-184.

LAFER, Celso. A Reconstrução dos Direitos Humanos: a contribuição de Hannah Arendt. In: Estudos Avançados, vol. 11, p. 30, May/Aug 1997.

LINHALES, Meily. Lazer, Cidadania e Qualidade de Vida - Reflexões acerca da possibilidade da Liberdade e da Ação Política. In: Licere. v.2, n.1, abril, 1999. Disponível em: https://seer.ufmg.br/index.php/licere/article/view/3967 . Acesso em: 02 dez. 2018.

MARCELLINO, Nelson. Lazer e Educação. Campinas: Papirus, 1987.

_________, Nelson et.al. Espaços e equipamentos de lazer em região metropolitana: o caso da RMC - Região Metropolitana de Campinas. Curitiba: Opus, 2007. p. 10– 28.

MARTINS, Sérgio. Lazer, urbanização e os limites da cidadania. In: YSAYAMA, Helder; LINHALES, Meily (Orgs.) Sobre lazer e política: maneiras de ver, maneiras de fazer. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2006. p. 93-118.

MASCARENHAS, Fernando. Lazer e grupos sociais: concepções e método. Dissertação (Mestrado), Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, 2000.

_________. Lazer e trabalho: liberdade ainda que tardia. In: SEMINÁRIO O LAZER EM DEBATE, 2., 2001. Belo Horizonte. Coletânea... Belo Horizonte: UFMG/DEF/CELAR, 2001. Disponível em: http://www.boletimef.org. Acesso em: 10 de jan. 2008

_________.“Lazerania” também é conquista: tendências e desafios na era do mercado. In: Movimento, Porto Alegre, v. 10, n. 2, p. 73-90, maio/ago. 2004.

MARX, Karl. Trabalho assalariado e Capital. 4.. ed. edição, São Paulo: Global, 1987.

MARX, Karl. Manuscritos econômico-filosóficos. São Paulo: Boitempo editorial, 2004.

MELO, Victor; ALVES JUNIOR, Edmundo. Introdução ao Lazer. Barueri, SP: Manole, 2003.

SANTOS, Milton. Por uma outra globalização. Rio de Janeiro: Record, 2000.

TASCHNER, Gisela B.. Lazer, cultura e consumo. RAE - Revista de Administração de Empresas, [S.l.], v. 40, n. 4, p. 38-47, out. 2000. ISSN 2178-938X. Disponível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rae/article/view/37775. Acesso em: 10 dez. 2018.

Endereço: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/renef/article/view/509

Comentários


:-)





© 1996-2021 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.