A Relação Entre o Saque e a Pontuação do Jogo no Tênis Profissional

Por: , Gabriella Nelli Monteiro, Layla Maria Campos Aburachid, Nayanne Dias Araújo e Tatiane Mazzardo.

Revista da Educação Física - UEM - v.29 - n.1 - 2018

Send to Kindle


Resumo

O objetivo do estudo foi analisar a relação existente entre o saque e o desdobramento dos pontos de jogadores em torneios profissionais de tênis de porte intermediário. Para isso, foram analisadas in loco,1569 ações realizadas por 12 tenistas destros, do sexo masculino, em 11 jogos de eventos de nível Challenger da Associação de Tenistas Profissionais. Para análise dos dados foram empregados cálculos estatísticos descritivos e inferenciais (Qui-quadrado, Kruskal-Wallis e Mann-Whithney). Os resultados indicaram que os jogadores vencem significativamente mais pontos (p=0,000) quando sacam (64,9%), com 60,1% desses pontos sendo associados à efetividade do serviço. O primeiro saque apresentou maior associação com o percentual de pontos vencidos (X²53,956; p=0,000), e efetividade quanto à forma de finalização dos pontos (p=0,000). No que se refere à direção aplicada, observou-se uma maior incidência de saques abertos e fechados (p=0,002). Os serviços orientados para essas direções foram responsáveis por aproximadamente 70% do êxito dos sacadores. Conclui-se que a efetividade do saque exerceu um papel determinante na pontuação do jogo. Como implicações práticas sugere-se aos treinadores que atuam com esse nível de jogadores, uma atenção aos trabalhos de saque dentro das sessões de treino, especialmente do primeiro saque direcionado as extremidades da quadra.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/39097

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.