A Relação Teoria-prática na Educação Física Escolar: Desdobramentos Para Pensar Um Programa Mínimo

Por: Luciano de Almeida e Paulo Evaldo Fensterseifer.

Kinesis - v.32 - n.2 - 2014

Send to Kindle


Resumo

O objetivo deste artigo é refletir acerca da difícil e complexa relação teoriapráticana Educação Física. Como pano de fundo, traz elementos de algumas proposiçõesrealizadas em escolas públicas, materializadas na tentativa de construção de umaproposta de trabalho ou “programa mínimo” para a Educação Física, para além de umsimples “exercitar-se”, vislumbrando a construção de um saber a ser desenvolvido ao longodos anos escolares em termos de criticidade, complexidade e continuidade. Para isso,consideramos a relação teoria-prática condição indispensável para pensarmos a EducaçãoFísica no contexto escolar e valorizarmos a experiência e o saber da experiência comoforma de conhecer, fazer e conhecer com esse fazer. Essa experiência acontece no diálogoconstante e sempre renovado com a ação interventiva, outros professores e as obras quetratam sobre o tema. Concluímos que a construção dessa proposta nos permite (re)construire reinventar nossa profissão com autoria, “experimentando” as possibilidades de encontraralgumas respostas para os desafios que hoje se colocam para a Educação Física, atravésde nossa ação interventiva e reflexiva.

Endereço: http://cascavel.cpd.ufsm.br/revistas/ojs-2.2.2/index.php/kinesis/article/view/16503

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.