Send to Kindle


Resumo

Nos Jogos Olímpicos de Berlim em 1936 foi realizado um ritual, simbolizando a corrida de revezamento da Tocha Olímpica. Este rito que foi recuperado da Grécia Antiga visava unir o povo ariano e mostrar a força da Alemanha. O jornalista Túlio de Rose, que presenciou este evento, ao retornar ao país, promoveu um ritual semelhante na Semana da Pátria de 1938, com o apoio de uma entidade patriótica. Objetiva-se compreender as representações deste ritual em Porto Alegre no período de 1938 a 1945. Os resultados preliminares da pesquisa indicaram que o ritual se constituiu numa estratégia de reeducação patriótica.
 

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.