A Representação Social Sobre Lazer de Mulheres Sem Terra do Acampamento Chico Mendes

Por: Alissianny Haman Fogagnoli, Antonio Geraldo Magalhães Gomes Pires e Morgana Claudia da Silva.

XI Congresso de Educação Física e Ciências do Desporto dos Países de Língua Portuguesa

Send to Kindle


Resumo

As sociedades sempre necessitaram da terra para garantir sua sobrevivência. A
questão da terra, hoje, é marcada pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais
Sem Terra/MST, que possue significativa influência social e política com as
lutas travadas pela reforma agrária. O país tem sérios problemas sociais, políticos
e econômicos, sendo o mais grave, a forma como está desenhada a distribuição
de terras. É neste panorama, esquecido pela sociedade, que homens e mulheres
lutam no campo por uma melhora efetiva na distribuição de terras.
Considerando o relevante papel da mulher no seio do MST, a pesquisadora
adentrou no acampamento para identificar o olhar que as mulheres "dirigentes"
do acampamento lançam sobre algumas de suas práticas cotidianas, visto serem
elas atoras sociais deste movimento, com forte formação política que as qualifica
para o exercício da liderança e organização maior do acampamento. Atividades
estas que ocupam a maior parte de seu tempo. Estudar a mulher sem terra se
deu em função de esta ser uma líder guerreira, que rompe com valores
estabelecidos em um universo masculino. Compreender como estão instituídas
no imaginário das atoras suas representações sobre lazer e as relações entre
trabalho, lazer e tempo livre se torna relevante, na medida em que acreditamos
que, em função do seu papel político no movimento, poderemos compreender
um pouco mais a maneira de ser das atoras. Trabalhamos com oito mulheres
dirigentes do acampamento Chico Mendes, Matelândia/ PR. Optamos por
uma entrevista semi-estruturada para o registro dos discursos. Há poucas práticas
de lazer, pois a prioridade é o trabalho político; o tempo livre é representado
como o tempo "do barraco"; as práticas de lazer remetem aos momentos de
celebração da arte: tricô/crochê; a representação de lazer remete a práticas nas
quais os valores da solidariedade e humanistas são seu núcleo central; têm
consciência da importância do lazer, mas condições objetivas e subjetivas de
vida fazem com que priorizem o tempo com trabalhos voltados para a educação,
formação e consolidação política do movimento.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/78_Anais_p447.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.