A Resposta do Lactato Sanguíneo Após o Exercício de Alta Intensidade Não é Dependente da Capacidade Aeróbia

Por: Pryscyla Érica Cardozo Cicielski.

Revista da Educação Física - UEM - v.19 - n.4 - 2008

Send to Kindle


Resumo

Este estudo foi delineado para analisar a relação entre a capacidade aeróbia e as taxas de aumento e de diminuição do lactato sanguíneo após atividade de alta intensidade. Sete indivíduos do sexo masculino realizaram duas avaliações em pista de atletismo: a) um tiro de 200 m na velocidade máxima (T200) para determinar a cinética do lactato sanguíneo após atividade intensa e b) um teste progressivo para determinar o Limiar Anaeróbio (LAn). A média do LAn foi 13,8 (±1,4) km.h-1. Não foram observadas correlações significativas entre LAn e as taxas iniciais de aumento e de remoção da concentração sanguínea de lactato após T200 (r = 0,07, p = 0,88 e r = - 0,46, p = 0,31, respectivamente). Não há indícios de que a capacidade aeróbia possa ser um fator determinante na resposta cinética do lactato sanguíneo após atividade de alta intensidade.

Endereço: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/RevEducFis/article/view/6008/3788

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.