A Taça Jules Rimet: Originalidade, Autenticidade e Valor no Contexto do Patrimônio Esportivo Musealizado

Por: Luisa Maria G. M. Rocha e Maria Cristina de A. Mitidieri.
Send to Kindle


Resumo

Na qualidade de manifestação cultural, o esporte e os bens culturais conexos às práticas esportivas – componentes do patrimônio esportivo - foram gradativamente integrados a esfera do patrimônio e dos museus a partir da 2ª metade do século XX. Nesse contexto, destaca-se o futebol, como temática dominante quando se analisam os museus do esporte, no Brasil e em outros países. Por meio de abordagem exploratória e reflexiva, este artigo toma como ponto de partida a trajetória histórica de um icônico troféu do futebol mundial - a taça Jules Rimet – para analisar um conjunto de objetos musealizados em razão de sua relação com este troféu e em exposição no FIFA World Football Museum (Zurich), no National Football Museum (Manchester) e no Museu Seleção Brasileira (Rio de Janeiro), respectivamente. Analisa o papel desses objetos no contexto de seus respectivos museus, à luz dos conceitos de originalidade, autenticidade e valor. Objetiva compreender os valores atribuídos a estes objetos musealizados que reproduzem e representam a taça Jules Rimet, sua relação com a noção de autenticidade e seu papel como testemunhos históricos. Conclui que o valor destes objetos como testemunhos históricos se sobressai, para além de sua autenticidade material, justificando sua incorporação aos museus, por conta de sua musealidade e seu valor informacional e simbólico, que extrapola o universo esportivo e as conquistas que representam.

REFERÊNCIAS

ATHERTON, Martin. The Other Jules Rimet Trophy. Sport in Public History, Reino Unido, v.25, n. 1, p. 138-151, Abril 2005.
BACHEGA, Hugo. Jules Rimet, a taça da Copa que foi roubada duas vezes. BBC Brasil, SãoPaulo, 9 de mai. de 2014. Disponível em:
<http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2014/05/140422_sp_jules_rimet_taca_hb >
Acesso em: 15/4/2018
BAUER, Leticia. Uma ‘verdadeira réplica’: considerações acerca da noção de autenticidadeno campo do patrimônio cultural. Revista Esboços, Florianópolis, v. 18, n. 26, p. 14-28, dez.2011.
BROMBERGER, Christian. De la notion de patrimoine sportif. Cahier Espaces 88. Patrimoinesportif et tourisme. França: Espaces, 2006, p. 8 a 12.
BORGES, Luis C. Museu e memória na construção de metarrealidades. Actas del XXII
Encuentro del ICOFOM LAM: nuevas tendencias para la museología en Latinoamérica.
Buenos Aires, 2015, p 209 - 239
BRUNO, Maria Cristina Oliveira; ARAÚJO, Marcelo Mattos; COUTINHO, Maria Inês Lopes.Waldisa Rússio Camargo Guarnieri: textos e contextos de uma trajetória profissional. São Paulo: Governo do Estado de São Paulo/Pinacoteca do Estado de São Paulo, 2010. p. 203-210.
DESVALLÉES, André; MAIRESSE, François. Conceitos-chave de Museologia. Tradução: Bruno Brulon Soares, Marília Xavier Cury. São Paulo: ICOM, 2013. 100p.
FERNANDEZ, Martin. Museu da Fifa tem a base original da Taça Jules Rimet, roubada em 1983. GLOBO ESPORTE, Zurique, 24 de fev. de 2016. Disponível em:
<http://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/noticia/2016/02/museu-dafifa-tem-base-original-da-copa-jules-rimet-roubada-em-1983.html> Acesso em: 15/4/2018
FIFA divulga números de audiência da Copa de 2014: mais de 1 bi na final. Globo Esporte,
2015. Disponível em: <http://globoesporte.globo.com/futebol/copa-domundo/noticia/2015/12/fifa-divulga-numeros-de-audiencia-da-copa-de-2014-mais-de-1-bina-final.html> Acesso em: 12/5/2018
GADSBY, Paul. World Cup mystery: what happened to the original Jules Rimet trophy? The Guardian, 13 de jun. de 2017. Disponível em:
<https://www.theguardian.com/football/2014/jun/13/world-cup-mystery-what-happenedjules-rimet-trophy> Acesso em: 12/7/2018
GASTAUT, Yvan. Le sport comme patrimoine. Rencontres au tour du patrimoine sportif et de l amémoire du sport. Nice: Musée Nationaldu Sport; Université Nice Sophia Antipolis, 2015.
ICOM. Originals and Substitutes in Museums. Organização: Vinos Sofka. Zagreb, 1985.227p.
IORIO, Patrícia; IORIO, Vitor. Rio Cricket e Associação Atlética: Mais de um Século de Paixão pelo Esporte. Rio de Janeiro, Arte Ensaio, 2008.
LAMOTHE, Mathilde. De la neige à la terre battue: approche comparative ethnologique de
pratiques sportive - raquettes à neige au Québec et quilles de 9 en France - au prisme du
patrimoine culturel immatériel. Tese (Doutorado) – Curso de Etnologia/Antropologia e
Filosofia, École doctorale sciences sociales et humanité, Canadá; Université de Pau et des Pays de l'Adour, França, 2016. 431f.
LIMA, Diana Farjalla Correia. Musealização: um juízo/uma atitude do campo da museologia integrando musealidade e museália. CI. Inf., Brasília, DF, 2013 (v. 42 n. 3). p.379-398.
LOST and Found: FIFA's Masterpiece. FIFA World Football Museum, 2016. Disponível em: <http://www.fifamuseum.com/stories/blog/lost-and-found-fifa-s-masterpiece-2610053/>
Acesso em: 25/3/2019 
MELO, Victor Andrade. Por uma história do conceito de esporte. In: Rev. Bras. Cienc.
Esporte, Campinas, v. 32, n. 1, p. 41-57. 2010.
MELO, Victor Andrade. Esporte e Lazer: Conceitos. Rio de Janeiro: Apicuri, 2010, 124p.
MITIDIERI, Maria Cristina de A. 100 Anos do Rio Yacht Club: a construção de um patrimônio. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Programa de Pósgraduação em Museologia e Patrimônio. UNIRIO/MAST. Rio de Janeiro, 2017, 187 p.
NIKE Greec Godess. Enciclopedia Britannica, 1998. Disponível em:
<https://www.britannica.com/topic/Nike-Greek-goddess> Acesso em: 01/4/2019
PHILLIPS, Murray G. (org). Representing the Sporting Past in Museums and Halls of Fame.Londres: Taylor & Francis, 2012, 267p.
REILLY, Justine. Sport, Museums and Cultural Policy. 2014. Tese (doutorado) - Curso de
Filosofia, University of Central Lancashire, Reino Unido (Volume 1 of 2)
REYNOLDS, MATT. X-ray scanning proves Fifa paid £250,000 for a replica Jules Rimet trophy.Wired UK Magazine, Londres, 29 de jul. de 2016. Disponível em:
<https://www.wired.co.uk/article/jules-rimet-fake-trophy-discovered> Acesso
em:22/03/2019
SCHREINER, Klaus. Museology: science or just practical museum work? Museological
Working Papers, v. 1, p. 39-41, 1980.
THANK You Pickles! 50 Years Since a Dog Saved the World Cup. National Football Museum, 2016. Disponível em: <http://www.nationalfootballmuseum.com/news/thank-you-pickles50-years-since-a-dog-saved-the-world-cup> Accesso em: 12/7/2018
TONI, Bruna; CAMPOS, Ciro. Sumiço da Jules Rimet completa 30 anos e sem punição aos envolvidos. O Estado de São Paulo, São Paulo, 20 dez. 2013. Disponível em:
<https://esportes.estadao.com.br/noticias/futebol,sumico-da-jules-rimet-completa-30-anose-sem-punicao-aos-envolvidos,1110689> Acesso em: 15/4/2018
CBF. Museu Seleção Brasileira. Galeria. Disponível em:
<https://museuselecaobrasileira.com.br/museu-selecao-brasileira> Acesso em: 15/4/2018
NATIONAL FOOTBALL MUSEUM. Jules Rimet World Cup Trophy. Collections, c2018.
Disponível em: <http://www.nationalfootballmuseum.com/collections_detail/jules-rimetworld-cup-trophy-1966> Acesso em: 15/4/2018

Endereço: https://conferencias.ufsc.br/index.php/enancib/2019/paper/view/472

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.