A Tendência Liberal na Formação do Profissional de Educação Física.

Por: Vera Maria Rocha Rebelo Pinto.

122 páginas. 1988 19/07/1988

Send to Kindle


Resumo

Este estudo investigou e analisou a relação entre currículo e concepção de Educação Física que têm os alunos do primeiro e do sexto período do Curso de Licenciatura em Educação Física da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Em termos metodológicos, portanto, este estudo é de desenvolvimento com aplicação do método de corte transversal. Os dados foram coletados por meio de uma escala tipo Likert, construída e validada para este fim. Dentre os alunos do primeiro período, constatou-se predominância da tendência político-pedagógica de caráter liberal sobre a tendência progressista, quando registraram-se, respectivamente, os percentuais de 93,1% sobre 6,9%. O mesmo predomínio observou-se entre os alunos do sexto período, onde identificaram-se os percentuais de 57,7% e 42,3%. Nenhum dos alunos foi categorizado como de tendência conservadora. Todos os alunos do primeiro período manifestaram possuir concepção idealista de Educação Física. Esta mesma concepção se fez presente em 80,8% dos alunos do sexto período, contra 19,2% de concepção objetiva. A diferença entre as freqüências esperadas e as obtidas foi considerada significativa pela aplicação do teste qui-quadrado. A análise qualitativa e quantitativa dos resultados permitiu estabelecer as seguintes conclusões: 1. A indefinição do objeto de estudo para o Curso de Licenciatura em Educação Física constitui o fator gerador de equívocos epistemológicos na formação do profissional, cuja prática social é desenvolvida através do homem em movimento. 2. O processo de auto-formação do futuro profissional de Educação Física é inconsciente e fragmentado ao se considerar o pouco contato com a literatura técnico-científica durante o Curso, como também a pouca abrangência e profundidade dos conhecimentos adquiridos. 3. A tendência político-pedagógica dominante no Curso é de natureza liberal, o que reflete a ideologia dominante na sociedade brasileira, na qual predomina a competição, o individualismo e o casuísmo. 4. A concepção de Educação Física dominante do Curso investigado é de natureza idealista, refletindo a forma metafísica e apolítica de compreensão desse fenômeno social. 5. A concepção objetiva apresentada por alguns alunos do Curso, provavelmente, decorre da estruturação de idéias, sentimentos e ações, a partir da vivência em encontros e congressos de caráter político.

Endereço: http://www.nuteses.temp.ufu.br/tde_busca/processaPesquisa.php?pesqExecutada=2&id=741&listaDetalhes%5B%5D=741&processar=Processar

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.