A Transição do Futebol de Salão Para o Futsal: Um Percurso Histórico no Rio Grande do Sul

Por: Paulo Renato Vicari.

109 páginas. 2015 27/08/2015

Send to Kindle


Resumo

O estudo se propõe a investigar como se sucedeu a transição do futebol de salão para o futsal no Rio Grande do Sul, desde a implantação até o estabelecimento do esporte. A pesquisa histórico-documental foi realizada por meio da revisão bibliográfica, análise de documentos e de fontes orais. Foram realizadas 10 entrevistas com personagens do futsal no Rio Grande do Sul, que ocuparam distintos papéis ao longo das décadas de 1980 e 1990. Os entrevistados foram: dois árbitros, dois atletas, dois treinadores, dois dirigentes da Federação Gaúcha de Futebol de Salão (FGFS) e duas personalidades indicadas pela sua identificação e conhecimento a respeito do futsal. As fontes revelaram que em 1989 a Fédération Internationale de Football Association (FIFA) cria o futsal e, no ano seguinte, em 1990, a Confederação Brasileira de Futebol de Salão (CBFS) oficializa sua mudança da Federação Internacional de Futebol de Salão (FIFUSA) para a FIFA. Esta mudança afeta o futsal no Rio Grande do Sul, que foi agregado à FGFS, entidade fundada em 1956. Ao analisar os documentos e depoimentos dos entrevistados, mesmo com algumas discordâncias, percebe-se que o futsal obteve uma maior atenção de patrocinadores e da imprensa, incluindo a televisão. Além disto, percebese que houve uma maior internacionalização da modalidade através da FIFA. Entretanto, neste processo algumas equipes acabaram encerrando suas atividades por não conseguirem se adequar às mudanças, o que também pode ter causado uma perda de identidade do esporte. Ao longo desta transição, outros dois aspectos observados foram a “espetacularização” das regras originais do futebol de salão e os interesses mercantis da FIFA no processo de criação do futsal.

Endereço: http://hdl.handle.net/10183/128024

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.