A Visão Estrategico-tatica de Tecnicos Campeões da Liga Nacional de Futsal

Por: .

2008 09/12/2008

Send to Kindle


Resumo

O futsal é um dos esportes mais praticados pelos brasileiros. Contudo, há indícios de que o conhecimento das suas particularidades estratégico-táticas ainda é prerrogativa de uma casta de técnicos. Resulta que poucos são os treinadores de jovens que sabem o que ensinar nesse âmbito para seus jogadores a fim de que rumem seguros para o futuro. Isso posto, este estudo tem como objetivo descortinar a visão de técnicos campeões da Liga Futsal brasileira acerca dos comportamentos estratégico-táticos mais eficazes de serem postos em prática nas diferentes fases do jogo e, ainda, a que desenhos metodológicos, habitualmente, recorrem para ensiná-los, o que configuraria a sua inclinação metodológica. Essa dimensão é considerada a base do sucesso de equipes de esportes coletivos, na medida em que o jogo emerge da confluência de uma faceta mais previsível, a estratégica, com outra menos previsível, a tática. Portanto, ao considerarmos que o êxito no jogo depende da qualidade de desempenho dos jogadores para gerir e resolver problemas situacionais, seria oportuno investigar o que pensam os que, diretamente, com suas concepções e tipos de treino, lhes influenciam a atuação tática. Constituem a amostra cinco sujeitos, vencedores de onze das treze edições da Liga Futsal, entre os anos de 1996 e 2008. Na metodologia da pesquisa, de caráter qualitativo, utilizou-se como instrumento uma entrevista semi-estruturada composta por um roteiro de 13 perguntas; para a interpretação dos dados, aplicou-se a técnica do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). O discurso indica regras de ação distintas para cada situação particular de ataque, de defesa e transições. Não obstante, menciona constantemente a autonomia do jogador para decidir como um atributo necessário, ratificando que, para o sujeito coletivo (SC), a inteligência se encontra fora e dentro da quadra. Do ponto de vista metodológico, o discurso do SC se associa ao procedimento estruturado, pois os comportamentos mencionados são desenvolvidos mediante atividades semelhantes às encontradas no jogo, portanto, de elevada demanda cognitiva. Em considerando a necessidade de se educar um tipo de jogador para um tipo de jogo, estima-se que a exposição da visão do SC beneficie o processo de formação de jogadores, constituindo-se, do ponto de vista estratégico-tático, como material de apoio pedagógico. 

Endereço: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000435729&opt=1

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.