Send to Kindle


Resumo

A adolescência é um período da vida caracterizado por mudanças de vária ordem,
com implicações extensivas na vida e no desenvolvimento individual.As mudanças
sociais e de interesses são notórias e reflectem-se nas diversas esferas da vida do
sujeito, entre as quais, a permanência ou o abandono de uma determinada modalidade
desportiva. O processo de abandono (dropout) desportivo pode ser caracterizado
pela mudança voluntária de uma modalidade para uma outra, pelo abandono
temporário, ou até mesmo definitivo, de uma mesma modalidade. Os motivos que
induzem um praticante a desistir de uma modalidade desportiva podem estar
relacionados com o treino, a competição, a família e os amigos, os efeitos sociais da
prática, a motivação, ou com alterações individuais na adolescência. O objectivo
deste estudo consiste em identificar os principais motivos de abandono em diversas
modalidades, durante a adolescência. Esta caracterização será feita de acordo com a
modalidade, sexo e idade de abandono, e retratará este processo nas últimas 5 décadas
em Portugal. Metodologia: Participaram deste estudo um total de 1000 indivíduos
de ambos os sexos (N do sexo masculino e N do sexo feminino). Foram inquiridos
indivíduos com idade igual ou superior aos 20 anos e com abandono de pelo menos
uma modalidade desportiva entre os 12 e os 20 anos. Foi aplicado um questionário
em que os inquiridos mencionaram as modalidades praticadas, idades de início e de
abandono e os motivos de abandono. A análise inclui o tratamento das variáveis:
modalidade desportiva, sexo e data. Resultados: Os motivos de abandono não
apontam para variações significativas entre modalidades nem entre sexos. Os motivos
mais referidos em ambos os sexos são a incompatibilidade com actividades escolares
e a substituição de uma modalidade por outra mais recompensadora. Assim, podemos
indicar um motivo principal de constrangimento externo (escolar) e um interno
ligado à procura de maior satisfação notra actividade. A análise evolutiva histórica
não altera a ordem por que são apresentados os motivos de abandono. As variáveis
sexo e idade não alteram a ordenação dos motivos de abandono, embora introduzam
variações quantitativas. Os resultados sugerem que o fenómeno do abandono
desportivo pode estar mais associado à especificidade da adolescência e a factores
stressores externos do que a variáveis da própria dinâmica da actividade, como o
treino e a competição, ou aos outros intervenientes.

Endereço: http://citrus.uspnet.usp.br/eef/uploads/arquivo/66_Anais_p303.pdf

Ver Arquivo (PDF)

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.