Abordagem Cinesiológica do Chute no Futsal e Suas Implicações Clínicas

Por: Demóstenes Moreira, Gustavo Frederico Barbosa Machado, Henry Franklin da Silva dos Santos, José Roberto Pimenta de Godoy e Rafael Gonçalves Braz.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.12 - n.2 - 2004

Send to Kindle


Resumo

O futsal é uma modalidade esportiva onde a movimentação em quadra requer súbita aceleração e desaceleração com brusca mudança de direção, expondo as estruturas osteomioarticulares de seus praticantes a grandes impactos, aumentando o risco de lesão. O chute é um dos seus principais fundamentos. O objetivo do estudo foi analisar, através de análise cinesiológica e anátomo-funcional as estruturas envolvidas nesse fundamento bem como fazer considerações a respeito das principais implicações clínicas decorrentes. Para tal optou-se por dividir o chute em quatro fases ou etapas e analisa-las separadamente: aproximação, preparação, execução e desaceleração. As lesões foram classificadas em musculotendíneas, articulares e ósseas de acordo com as estruturas envolvidas. Os autores concluíram que: por ser o futsal um esporte de grande impacto, requer condicionamento físico adequado e infra-estrutura apropriada; o chute é uma sucessão de movimentos complexos, resultantes da harmonia articular do tronco e membros inferiores, com suas diferentes fases exigindo variados movimentos, principalmente das articulações destes últimos, que favorecem a precisão e potência deste fundamento; a abordagem cinesiológica do chute é fundamental para que a equipe multidisciplinar se prepare para atuar diante de eventuais implicações clínicas. PALAVRAS-CHAVE: Cinesiologia; chute; futsal.

Tags:

Comentários


:-)





© 1996-2020 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.