Abordagem Pedagógica de Temáticas da Saúde nas Aulas de Educação Física Escolar

Por: Natecia Alves de Carvalho.

2012 04/05/2012

Send to Kindle


Resumo

O debate sobre a temática saúde tem sido desenvolvido amplamente por diversos setores da sociedade contemporânea. É notório que há uma busca por um conceito de saúde ampliado considerando a existência de determinantes sociais que se inter-relacionam ao processo saúde-doença. A educação evidencia-se como um desses determinantes sociais da saúde tornando relevante a análise de perspectivas para abordar pedagogicamente essa temática na escola. O presente estudo interage nesse debate inserindo- se, especificamente, no campo da Educação Física como um dos componentes curriculares da escola e dialogando com outras áreas de conhecimento. O estudo analisou na prática pedagógica de Educação Física Escolar no ensino médio da rede estadual de Pernambuco, a relação dos temas da cultura corporal com os conteúdos de saúde no contexto da saúde pública. O campo empírico foi uma escola da rede estadual de Pernambuco da Gerência Regional Recife Sul. O grupo com 41 participantes foi constituído um professor de Educação Física e 40 alunos do 1º ano do ensino médio, selecionados por ―amostra intencional‖, com base em critérios de representatividade social. O tipo de pesquisa foi a pesquisa-ação, que toma por base ação e envolvimento de modo participativo e cooperativo entre pesquisadores e participantes na resolução de um problema coletivo. As ações abrangeram entrevistas com técnicas individuais e coletivas, seminários, acompanhamento de aulas por meio da observação participante. Como resultados principais, revelaram-se conteúdos de saúde subjacentes ao temas da cultura corporal no âmbito da especificidade da Educação Física. Foram apresentadas perspectivas para a organização e sistematização do conhecimento sobre saúde no 1º ano do ensino médio, apontando para a possibilidade de estender a todos os anos de escolarização, a partir da identificação de mais conteúdos de saúde subjacentes e distribuição ao longo dos ciclos. O processo de organização do pensamento vivenciado, favorecendo a vivência das fases de constatação, sistematização e aprofundamento, propiciou uma sistematização do conhecimento específico da Educação Física, situando o papel das práticas corporais no âmbito da saúde em geral e no contexto da saúde pública, tendo em vista a demanda social por intervenções no desenvolvimento de hábitos saudáveis como uma questão de saúde pública. A sistematização do conhecimento baseada no diálogo, na problematização, na aproximação ao contexto vivido na escola e na comunidade, favoreceu aos participantes acrescentarem novos conteúdos de saúde as discussões apontando para o posicionamento dos mesmos diante da saúde individual e coletiva, discutindo dificuldades para adoção dos chamados hábitos saudáveis, visto que os mesmos não estão condicionados a livre escolha individual, mas relacionados também a diversos determinantes sociais da saúde.  E propiciou o desenvolvimento de um conceito de saúde ampliado em diversos aspectos. Concluindo o estudo, foi estendido o debate a toda a comunidade escolar, emergindo como desafio, se pensar em novos estudos que abarquem a escola como um todo, visando superar os reducionismos no trato com a saúde como conhecimento na escola, o que pressupõe um olhar inter e transdisciplinar.   
 

Endereço: http://w2.atrio.scire.net.br/upe-papgef/pub/ThesisViewAll.do?method=viewAll&id=76

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.