Academia Popular da Pessoa Idosa (appi): Usos e Apropriações Entre Frequentadores do Módulo da Praia de Camburi em Vitória/es

Por: Felipe Quintão de Almeida, Ivan Marcelo Gomes e Vinnicius Camargo Laurindo.

Licere - v.20 - n.2 - 2017

Send to Kindle


Resumo

Este artigo tem como objetivo analisar os usos e apropriações do espaço da Academia Popular da Pessoa Idosa (APPI) visando detectar as práticas cotidianas que fortalecem o seu uso como espaço público, bem como práticas e conflitos que enfraquecem o uso desse espaço.  Para tanto, como estratégia metodológica, foram realizadas observações, em uma perspectiva etnográfica, para interpretar os comportamentos, atitudes e falas dos distintos usuários do Módulo da Praia de Camburi (MPC) pertencente ao programa APPI. Os resultados indicam que o MPC é constituído por um público bastante heterogêneo e apontam que a estrutura e a localização, práticas de sociabilidade e relações de pertencimento (elementos como preocupação com a manutenção do MPC e o MPC como apenas mais um lugar para onde ir) influenciam os usos e apropriações desse espaço.

Endereço: https://seer.ufmg.br/index.php/licere/article/view/6245

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.