Ação-reflexão-nova Ação Como Perspectiva Metodológica Para as Aulas de Educação Física

Por: e Marcelo Soares Tavares de Melo.

Formação Inicial do Professor: Ensino, Pesquisa e Extensão na Educação Básica.

Send to Kindle


Resumo

INTRODUÇÃO

Segundo os Parâmetros Curriculares do Estado de Pernambuco (PCPE), a Educação Física (EF) ingressou nas escolas brasileiras de forma lenta e progressiva, através de pareceres e decretos que

    [...] dentre outras conclusões, afirmou a importância da ginástica para a formação de corpos fortes e cidadãos preparados para defender a pátria, equiparando-a, em reconhecimento, às demais disciplinas (SOARES, 1994). (PERNAMBUCO, 2013, p.21)

Na década de 30, sob forte influência das instituições médicas e militares e com o apoio das políticas de saúde pública (higienismo) e a construção de um nacionalismo como política no então governo Getúlio Vargas, a Educação Física brasileira se desenvolveu mais fortemente através da criação de cursos e faculdades Brasil afora, além da publicação de vários periódicos e livros sobre a ginástica e seu uso na área.

A partir do final da década de 30 e do início da década de 40, o esporte começa a ganhar espaço nas escolas brasileiras como conteúdo para as aulas/sessões.

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.