Acerca da Investigação dos Fatores do Rendimento em Futebol

Por: António Marques, José Maia e Julio Garganta.

Revista Brasileira de Educação Física e Esporte - v.10 - n.2 - 1996

Send to Kindle


Resumo

 O teor de vários estudos e reflexões, bem como o relato da experiência de diferentes especialistas, vêm conferindo cada vez maior consistência à idéia de que na hierarquia da estrutura do rendimento do futebol os fatores táticos assumem um papel primordial. Todavia, no domínio da investigação e da produção bibliográfica, a “performance” no jogo tem sido largamente referenciada a partir de fatores energéticos e biomecânicos e das características fisiológicas dos jogadores, constatando-se uma reduzida expressão dos trabalhos de âmbito científico que focalizam a sua atenção na dimensão tática. No sentido de indagar esta antinomia, procuramos: a) apurar a forma como os especialistas perspectivam e hierarquizam os fatores do rendimento em futebol e como se posicionam face à sua investigação nesta modalidade; b) indagar se treinadores e investigadores, quando considerados em grupos distintos de acordo com as suas atribuições, manifestam posições idênticas ou dissemelhantes. De acordo com os resultados do presente estudo, no plano da investigação em futebol, as dimensões tática, assim como a psicológica, parecem apresentar uma expressão diminuta e desproporcionada, face à importância que investigadores e treinadores lhes atribuem, no âmbito do rendimento desportivo. Embora os especialistas considerem que a dimensão tática tem um peso importante no rendimento em futebol, os mesmos reconhecem nela a dimensão menos investigada e referem que tal se deve à dificuldade que isso envolve

Endereço: https://doi.org/10.11606/issn.2594-5904.rpef.1996.138545

Ver Arquivo (PDF)

Tags: ,

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.