Ações Públicas Para o Esporte em Ambientes Naturais da Cidade de Umuarama - Paraná Pela Gestão 2009/2010

Por: Maria Gabriella Giroto.

87 páginas. 2011 30/04/2011

Send to Kindle


Resumo

O presente estudo teve como objetivo verificar se as ações esportivas ofertadas pelo Poder Público da Gestão 2009/10 nos espaços naturais de lazer Bosque Uirapuru e Lago Aratimbó de Umuarama – Paraná corresponde aos interesses das pessoas que frequentam estes ambientes ligados à natureza. Mais especificamente, buscamos identificar as ações esportivas oferecidas e realizadas pelo poder público no Bosque Uirapuru e Lago Aratimbó em Umuarama; analisar os espaços disponíveis para práticas esportivas no Bosque Uirapuru e Lago Aratimbó, bem como sua utilização; verificar a demanda e a apropriação da população na utilização destes dois ambientes. Utilizamos como procedimento metodológico a pesquisa qualitativa de caráter descritiva, visando descrever, interpretar e relacionar as realidades em questão. Como instrumentos de coleta de dados foram utilizados uma entrevista estruturada e um questionário. Participaram da amostra da pesquisa um total de 23 sujeitos, a saber: um Secretário Municipal de Esporte e Lazer, 20 usuários do Bosque Uirapuru e dois usuários do Lago Aratimbó. Esta amostra caracteriza-se como um recorte da realidade estudada, onde a partir dos dados coletados pudemos ter uma descrição das ações, interesses e necessidades dos sujeitos envolvidos na pesquisa. De acordo com as informações obtidas, as ofertas da Secretaria Municipal de Esportes em ações e projetos são mais efetivas no Bosque que no Lago, por possuir estrutura favorável. Contudo, verificou-se que tais ações não atendem, em partes, às expectativas destes praticantes de esporte que frequentam os locais, pois, geralmente, os projetos existentes estão voltados para atividades recreativas destinadas às crianças e adolescentes, público diferente do que constatamos utilizando estes ambientes, uma vez que pela amostragem da pesquisa o público que estava frequentando esses espaços eram na maioria jovens e adultos realizando práticas como a caminhada, corrida, alongamentos, ginástica, entre outras, na busca de benefícios como melhoria da ualidade de vida, da saúde e do condicionamento físico. Constatamos a necessidade de um planejamento mais estruturado, com a elaboração de instrumentos específicos para facilitar a participação da comunidade no desenvolvimento das ações para o esporte, uma vez que quase a totalidade dos sujeitos não tinha conhecimentos de possíveis ações desenvolvidas pela secretaria nos locais e não participaram com opiniões e/ou sugestões ao órgão. Isso faz pensar na importância de conhecer as necessidades e expectativas da população, buscando uma melhor compreensão sobre a realidade deste público que depende de esforços coletivos da administração pública. Foi constatado que o fator de interesse da maioria destas pessoas envolvidas na escolha destes espaços de lazer para sua prática esportiva é o contato com a natureza e/ou a proximidade com sua residência, o que demonstra uma tendência de público que busca locais alternativos para suas práticas e que também precisam ser considerados nas ações públicas para o esporte e lazer. Sugerimos a parceria entre secretarias municipais, no sentido de ampliar e melhorar as ações, estrutura e segurança destes dois ambientes, possibilitando ao cidadão o atendimento de seu direito e também um canal de acesso à secretaria. Isso pode acontecer com a contratação de profissionais capacitados para a melhoria das ações desenvolvidas no Bosque Uirapuru e Lago Aratimbó. Suprindo as necessidades de uma parcela da população que utiliza os locais para a realização de suas práticas esportivas.

Endereço: http://hdl.handle.net/1884/26178

Ver Arquivo (PDF)

Comentários


:-)





© 1996-2018 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.