Actividade Física Habitual em Idosos Portugueses Rurais e Urbanos

Por: Domingos José Lopes da Silva, José Augusto Rodrigues dos Santos e Maria Assunção M. Nogueira.

Revista Brasileira de Ciência & Movimento - v.14 - n.4 - 2006

Send to Kindle


Resumo

Objectivo: avaliar e comparar a actividade física habitual entre idosos em função dos contextos (rural e urbano) e do género, e estabelecer eventuais relações intra-grupo entre a actividade física total, as actividades domésticas, as actividades desportivas e as actividades de tempos livres.
Metodologia: Estudamos uma amostra de 128 idosos, com idades compreendidas entre 65 e 89 anos seleccionados ao acaso, portugueses, residentes nos contextos rurale urbano. Os participantes, foram distribuídos em 4 grupos segundo o contexto e o género: ♂rurais, n=30;♀rurais, n=32;♂urbanos, n=32;♀ urbanas, n=34. Usamos o questionário de Baecke Modificado para avaliar a actividade física habitual.
Resultados: os idosos rurais apresentam níveis de actividade física superiores, particularmente as mulheres. Maiores níveis de actividade física total estão altamente associados com maiores níveis nas actividades de tempos livres em todos os grupos e moderadamente relacionados com as actividades domésticas nas ♀rurais e urbanas e ♂urbanos. Constatamos diferenças estatisticamente significaticas (p<0,05) ao nível do peso, estatura, actividade física total, actividades domésticas e actividades de tempos livres. Nas comparações inter-contextos estas diferenças verificam-se em todas as componentes de actividade física; relativamente às comparações intra-contextos, as diferenças se verificam ao nível da actividade física total no contexto rural e nas actividades domésticas nos dois contextos. Das três componentes da actividade física total, apenas a actividade desportiva apresentou valores nulos no contexto rural.
Conclusões: os diferentes níveis de actividade física apresentados pela nossa amostra, para além de sugerirem a importância dos hábitos e rotinas inerentes a cada um dos contextos, conferem extrema importância da actividade física espontânea na actividade física habitual.

Endereço: http://portalrevistas.ucb.br/index.php/RBCM/article/view/711/716

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.