Adeus Ao Corpo

Por: David Le Breton.

240 páginas. Papirus. 2003

Send to Kindle


Sobre a Obra

Colocando o corpo moderno em perspectiva, David Le Breton mostra que, no discurso científico contemporâneo, o corpo é tomado como simples suporte da pessoa, algo que pode e deve ser aprimorado, uma matéria-prima na qual se dilui a identidade pessoal. Para passar do corpo rascunho ao corpo acessório, para não naufragar num sistema cada vez mais ativo e exigente, as pessoas entregam-se a uma manipulação de si a base de próteses. A tecnociência vem socorrer esse corpo que deve ser reparado, rearranjado: assistência médica à procriação, exames terríveis que acompanham a existência pré-natal - enfim, instaura-se a suspeita do corpo, e a medicina, fazendo a triagem, torna-se um biopoder. Enquanto alguns biólogos sonham em livrar a mulher da gestação, a sexualidade cibernética realiza o imaginário do desaparecimento do corpo e até do outro. Assim, para alguns, o corpo não está mais à altura das capacidades exigidas na era da informação: convém moldá-lo, forjando um corpo biônico no qual seria enxertado um disquete que contivesse o espírito. Adeus ao corpo desnuda essa vontade implícita do Ocidente de transformar esse corpo rascunho.

Sumário

PREFÁCIO
Daniel Lins

INTRODUÇÃO: O CORPO NO RASCUNHO
O ódio do corpo / O corpo alter ego / A invenção do corpo / O corpo como excesso / A progressão da obra

1. O CORPO ACESSÓRIO
Sobre-significar o corpo / Domínio do corpo / O transexualismo ou o fora do sexo / Marcas corporais / Body building / Body art / O corpo parceiro

2. A PRODUÇÃO FARMACOLÓGICA DE SI
O órgão de humor / A medicalização do humor cotidiano / Produção farmacológica de si

3. A MANUFATURA DE CRIANÇAS
A assistência médica à procriação / O corpo indesejável da mulher: A gestação fora do corpo / A mulher corrigida pela medicina / Útero de aluguel / Gravidez masculina / A invenção do embrião / O exame de aptidão para a vida / O direito ao infanticídio / Impossível decidir

4. O CORPO RASCUNHO DAS CIÊNCIAS DA VIDA
A informação como mundo / O Projeto Genoma / O geneticamente correto / Patentear o vivo / O controle genético / A demiurgia genética / A clonagem ou o homem duplicado / Transgênese animal

5. O CORPO SUPRANUMERÁRIO DO ESPAÇO CIBERNÉTICO
O desdobramento do mundo / Fim das coerções de identidade / A economia do mundo / Deus virtual / O si informático Criaturas artificiais / Ficção científica

6. A SEXUALIDADE CIBERNÉTICA OU O EROTISMO SEM CORPO
Um erotismo fora do corpo / O amor do andróide / A sexualidade cibernética ou o corpo em disquete

7. O CORPO COMO EXCESSO
Inteligência artificial ou artifícios da inteligência / A objeção do corpo / O andróide sensível e inteligente / A paixão informática / Homo silicium / Ciborgue manifesto / O fim do corpo

ABERTURA
BIBLIOGRAFIA

Endereço: http://www.papirus.com.br/livros_detalhe.aspx?chave_livro=3943&pagina=0&origem=livros.aspx&opcao=pesquisa&qual=titulo&descricao=corpo

Comentários


:-)





© 1996-2019 Centro Esportivo Virtual - CEV.
O material veiculado neste site poderá ser livremente distribuído para fins não comerciais, segundo os termos da licença da Creative Commons.